Mercado abrirá em 55 mins
  • BOVESPA

    108.651,05
    +248,77 (+0,23%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.241,81
    -113,05 (-0,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    88,95
    -1,55 (-1,71%)
     
  • OURO

    1.808,40
    -3,90 (-0,22%)
     
  • BTC-USD

    23.126,35
    -161,38 (-0,69%)
     
  • CMC Crypto 200

    538,00
    -19,35 (-3,47%)
     
  • S&P500

    4.122,47
    -17,59 (-0,42%)
     
  • DOW JONES

    32.774,41
    -58,13 (-0,18%)
     
  • FTSE

    7.491,48
    +3,33 (+0,04%)
     
  • HANG SENG

    19.610,84
    -392,60 (-1,96%)
     
  • NIKKEI

    27.819,33
    -180,63 (-0,65%)
     
  • NASDAQ

    13.077,50
    +46,00 (+0,35%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2438
    +0,0111 (+0,21%)
     

Economistas do BofA preveem recessão leve nos EUA este ano

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

(Bloomberg) -- Economistas do Bank of America preveem uma “recessão leve este ano” nos EUA, com gastos com serviços em queda e inflação alta que leva os consumidores a recuar.

“Várias forças coincidiram para desacelerar o ímpeto econômico mais rapidamente do que esperávamos”, disseram analistas liderados por Michael Gapen, que recentemente ingressou no banco como economista-chefe para EUA. Isso inclui inflação de alimentos e energia que deixam as famílias com menos disponibilidade para compras discricionárias, e condições financeiras mais apertadas, com taxas de financiamento imobiliário mais altas.

O BofA se une ao Wells Fargo e à Nomura na expectativa de recessão já em 2022. Economistas do Deutsche Bank, um dos primeiros grandes bancos a prever uma contração, esperam uma a partir de meados de 2023.

Os economistas do BofA esperam que o PIB dos EUA no quarto trimestre caia 1,4% em relação ao ano anterior, seguido por um aumento de 1% em 2023. Isso deve aumentar a taxa de desemprego em 1 ponto percentual para cerca de 4,6%, o que ajudará a moderar a inflação. Um relatório do governo americano divulgado na quarta-feira mostrou alta anual do índice de preços ao consumidor de 9,1%, o maior ganho desde o final de 1981.

As previsões dos economistas do BofA colocam a inflação amplamente alinhada com a meta de 2% do Federal Reserve até o final de 2024.

Os números de inflação em brasa manterão as autoridades do Fed em uma trajetória de política monetária agressiva para conter a demanda e aumentarão a pressão sobre o presidente Joe Biden e os democratas no Congresso, cujo apoio tem afundado antes das eleições de meio de mandato em novembro.

O Fed elevou juros em 0,75 ponto percentual no mês passado - a maior alta desde 1994 - e a maioria dos dirigentes do BC americano já sinalizou que outro aumento da mesma magnitude está na mesa para o final deste mês.

Os economistas do BofA esperam que o Fed eleve a meta da taxa dos fundos federais para 3,25-3,5% até o final do ano, incluindo outro aumento de 0,75 na reunião deste mês.

“Achamos que o Fed analisará os dados do mercado de trabalho e os dados de inflação e concluirá que precisa continuar se movendo rapidamente”, disse Gapen em entrevista a Jonathan Ferro na Bloomberg Television na quarta-feira.

More stories like this are available on bloomberg.com

©2022 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos