Mercado fechará em 6 h 58 min
  • BOVESPA

    106.296,18
    -1.438,82 (-1,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.889,66
    -130,44 (-0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    84,81
    +1,05 (+1,25%)
     
  • OURO

    1.802,00
    +5,70 (+0,32%)
     
  • BTC-USD

    62.816,59
    +2.446,90 (+4,05%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.453,34
    -49,70 (-3,31%)
     
  • S&P500

    4.544,90
    -4,88 (-0,11%)
     
  • DOW JONES

    35.677,02
    +73,92 (+0,21%)
     
  • FTSE

    7.231,56
    +27,01 (+0,37%)
     
  • HANG SENG

    26.132,03
    +5,10 (+0,02%)
     
  • NIKKEI

    28.600,41
    -204,44 (-0,71%)
     
  • NASDAQ

    15.387,00
    +46,00 (+0,30%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5588
    -0,0220 (-0,33%)
     

Economista que chamava Bitcoin de bolha agora diz que é um importante meio de troca

·2 minuto de leitura
Bitcoin e Nota de Real brasileiro
Bitcoin e Nota de Real brasileiro

Em um recente estudo três importantes economistas concluíram que o Bitcoin é definitivamente uma moeda de troca, principalmente em países de que estão sob sanções econômicas. Curiosamente, um dos autores do estudo antigamente criticou o Bitcoin por ser uma bolha.

Economistas reconhecidos publicaram um trabalho conjunto de 35 páginas onde estudaram diferentes aspectos das transações do Bitcoin e a sua importância financeira. O documento foi elaborado por Carmen Reinhart, economista chefe do Grupo Banco Mundial, Clemens Graf von Lucker, também do Banco Mundial e por Kenneth Rogoff, professor de Harvard.

Rogoff atualmente parecer ser um apoiador do Bitcoin, mesmo que esteja apenas no “começo” da sua posição positiva em relação ao ativo digital, recentemente ele até mesmo voltou a afirmar que acha o Bitcoin algo especulativo.

No estudo mais recente, Rogoff e seus colegas chegaram a conclusão de que o Bitcoin é uma “moeda veicular” para transações internacionais, especialmente países que estão sofrendo com sanções econômicas.

Para o documento eles analisaram dados de cerca de 4 anos e transações off-chain de mais de US$ 11 bilhões processadas pela LocalBitcoins, maior plataforma de negociação de Bitcoins peer-to-peer do mundo. A descoberta da equipe não só aponta que o Bitcoin tem um grande uso como moeda de troca, indo muito além da especulação.

7% das transações mostram que o Bitcoin não é apenas especulativo

A equipe de pesquisa usou um algoritmo para identificar quando o Bitcoin tinha sido comprado como forma de investimento ou foi usado como uma forma de transacionar valor utilizando criptomoedas.

De acordo com as descobertas, 7,4% das transações analisadas foram identificadas como o uso de veículo para transações. Pode parecer um número baixo, no entanto é o suficiente para concluir que o Bitcoin não é um ativo puramente especulativo.

Isso é importante afinal, uma das principais críticas contra o Bitcoin é justamente o fato de ele ser puramente especulativo e não ter uso real.

“Os resultados desse documento são possivelmente a evidência quantitativa mais importante ao demonstrar que o uso do Bitcoin para transações domésticas e internacionais tem sido significante mundialmente.”

O estudo também fala sobre outra grande crítica do Bitcoin, que é o seu uso para atividades criminosas. Segundo a conclusão dos economistas, a análise sistemática das transações também oferecem evidências de que essa não é uma verdade sobre o mercado de Bitcoin.

Ao falar sobre as evidências de transações utilizadas em atividades ilegais, golpes de ransomware e outros ataques hackers, a análise mostra que não há sinais nas transações que possam indicar que a criptomoeda tem como seu uso majoritário esse tipo de atividade.

Com isso, temos um documento elaborado por espeitados nomes entre os economistas dando ainda mais suporte para o Bitcoin como uma importante moeda e ferramenta financeira. Em meio ao bom momento que a moeda vive, isso com certeza é um ótimo sinal.

Fonte: Livecoins

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos