Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.909,61
    +2.127,46 (+1,96%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.174,06
    -907,27 (-1,78%)
     
  • PETROLEO CRU

    78,84
    +0,64 (+0,82%)
     
  • OURO

    1.762,50
    -1,20 (-0,07%)
     
  • BTC-USD

    16.451,12
    +303,89 (+1,88%)
     
  • CMC Crypto 200

    389,69
    +0,96 (+0,25%)
     
  • S&P500

    3.957,63
    -6,31 (-0,16%)
     
  • DOW JONES

    33.852,53
    +3,07 (+0,01%)
     
  • FTSE

    7.512,00
    +37,98 (+0,51%)
     
  • HANG SENG

    18.204,68
    +906,74 (+5,24%)
     
  • NIKKEI

    27.871,88
    -155,96 (-0,56%)
     
  • NASDAQ

    11.507,50
    -17,25 (-0,15%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4592
    +0,0026 (+0,05%)
     

Economista-chefe do BC britânico ainda não vê vitória sobre inflação, mas diz que recessão se aproxima

Sede do Banco da Inglaterra, em Londres

LONDRES (Reuters) - O banco central britânico não pode considerar que as ameaças representadas pela inflação estejam sob controle e os juros precisarão subir ainda mais, apesar de a economia estar entrando em recessão e dificultar as perspectivas, disse o economista-chefe do Banco da Inglaterra, Huw Pill.

"Acho que não podemos declarar vitória contra a inflação, mas estamos entrando em uma recessão", disse Pill em uma conferência organizada pelo banco UBS nesta terça-feira. "Esse é um cenário de equilíbrio difícil para a política monetária."

Na semana passada, o Banco da Inglaterra fez a maior elevação dos custos de empréstimos em mais de 30 anos, quando aumentou os juros em 75 pontos-base, para 3,0%, em uma tentativa de reduzir os riscos de que a taxa de inflação acima de 10% se transforme em um problema de longo prazo.

Mas o banco central também disse aos investidores que eles estão precificando muitos aumentos nos juros no futuro, uma mensagem que Pill disse ser uma tentativa de dar uma visão mais realista de para onde a taxa bancária está se encaminhando.

(Reportagem de David Milliken)