Economia russa cresce 3,5% em 2012

Moscou, 29 jan (EFE).- A economia da Rússia cresceu 3,5% no ano passado em comparação com 2011, meio ponto percentual abaixo das previsões oficiais, informou nesta terça-feira Andre Klepach, vice-ministro de Economia do país.

Klepach reconheceu que a economia se desacelerou no decorrer do ano, já que o crescimento no primeiro trimestre foi de 4,9%; no segundo, de 4%; no terceiro, de 2,9%, e, no quarto, de 2,2%.

O crescimento do Produto Interno Bruto em novembro foi de 2,1%, enquanto em dezembro foi de 2,4%, por isso "se mantém a tendência geral à diminuição do crescimento", acrescentou.

Recentemente, o presidente russo, Vladimir Putin, manifestou sua preocupação pelo enfraquecimento da economia, o que vinculou diretamente a fatores externos.

"A segunda metade do ano foi menos bem-sucedida que a primeira para a maioria das economias do mundo. As dificuldades na Europa influíram na economia mundial e (em particular) nos Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul)", comentou.

O enfraquecimento coincidiu com a entrada da Rússia na Organização Mundial do Comércio (OMC) em agosto, após quase duas décadas de árduas negociações.

Por sua vez, o primeiro-ministro, Dmitri Medvedev, assegurou que seu governo deve garantir um crescimento econômico estável, acima de 5%.

A respeito, Klepach advertiu que para garantir um crescimento econômico de 5% serão necessárias profundas reformas econômicas, postura compartilhada pelo Fundo Monetário Internacional. EFE

Carregando...