Mercado abrirá em 7 h 26 min
  • BOVESPA

    122.964,01
    +1.054,98 (+0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.655,29
    -211,86 (-0,42%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,35
    +0,07 (+0,11%)
     
  • OURO

    1.830,80
    -5,30 (-0,29%)
     
  • BTC-USD

    57.424,92
    +2.521,80 (+4,59%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.556,37
    +1.313,69 (+541,33%)
     
  • S&P500

    4.152,10
    -36,33 (-0,87%)
     
  • DOW JONES

    34.269,16
    -473,66 (-1,36%)
     
  • FTSE

    6.947,99
    -175,69 (-2,47%)
     
  • HANG SENG

    28.033,67
    +19,86 (+0,07%)
     
  • NIKKEI

    28.179,32
    -429,27 (-1,50%)
     
  • NASDAQ

    13.251,50
    -94,50 (-0,71%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3332
    -0,0122 (-0,19%)
     

Economia libera para aprovação MP que flexibiliza lei trabalhista na pandemia

Marcus Couto
·1 minuto de leitura
  • Ministério da Economia liberou MP para aprovação que flexibiliza lei trabalhista.

  • Objetivo é suavizar o impacto da crise do coronavírus na economia.

  • MPs seguem para aprovação do Palácio do Planalto.

Já foi assinada pelo ministro da economia, Paulo Guedes, e enviada ao Palácio do Planalto a medida provisória que renova o Programa de Preservação de Renda e Emprego (Bem).

Leia também:

O projeto permite suspensão de contratos de trabalho e redução de salário por mais quatro meses.

As informações são de reportagem do jornal Valor Econômico.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

O que fazem as MPs

A MP 927 também entrou na pacote, e prevê flexibilização da legislação trabalhista, como antecipação de férias e adiamento do recolhimento do FGTS por 4 meses.

O governo vai compensar parte das perdas de remuneração dos trabalhadores de empresas que utilizarem as medidas emergenciais.

Tanto o governo quanto agentes do empresariado afirmam que a reedição das medidas provisórias são essenciais para aplacar os efeitos negativos da pandemia do novo coronavírus sobre a economia.

Nessa segunda etapa, o gasto projetado pelo governo será de R$ 10 bilhões.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube