Mercado abrirá em 4 h 24 min
  • BOVESPA

    122.937,87
    +1.057,05 (+0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.371,98
    +152,72 (+0,31%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,73
    +0,46 (+0,69%)
     
  • OURO

    1.869,40
    +1,80 (+0,10%)
     
  • BTC-USD

    45.346,26
    +32,83 (+0,07%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.261,40
    +63,48 (+5,30%)
     
  • S&P500

    4.163,29
    -10,56 (-0,25%)
     
  • DOW JONES

    34.327,79
    -54,34 (-0,16%)
     
  • FTSE

    7.064,11
    +31,26 (+0,44%)
     
  • HANG SENG

    28.593,81
    +399,72 (+1,42%)
     
  • NIKKEI

    28.406,84
    +582,01 (+2,09%)
     
  • NASDAQ

    13.400,00
    +96,50 (+0,73%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4277
    +0,0178 (+0,28%)
     

Economia dos Estados Unidos cresce 6,4% no primeiro trimestre

·1 minuto de leitura
(Arquivo) O presidente Joe Biden defende um plano trilionário de estímulo à economia

A economia dos Estados Unidos cresceu 6,4% no primeiro trimestre do ano, graças à recuperação do consumo e com o aumento dos gastos públicos, que refletem a recuperação em marcha e que está deixando para trás a crise provocada pela pandemia, de acordo com dados do governo publicados nesta quinta-feira.

Com a reabertura de grande parte do comércio e os gastos estimulados pelas ajudas públicas, os preços aumentaram e a inflação acelerou a 3,5% entre janeiro e março, contra 1,5% no último trimestre de 2020, informou o Departamento do Comércio.

Os consumidores compraram carros, casas e bens de consumo de grande valor, assim como pagaram por serviços como hotéis e restaurantes, ao mesmo tempo que os gastos federais subiram 14% no trimestre.

O indicador mostra o quanto a economia avançaria se a taxa fosse mantida por um ano, o que permite antecipar um crescimento anual, se o ritmo persistir.

Mas outras economias comparam um trimestre com o anterior e de acordo com este cálculo o PIB cresceu 1,6%.

A consultoria HFE explicou que no início de 2021 a economia americana teve uma tendência positiva forte, que incluiu a melhora nas condições de saúde, a rápida campanha de vacinação e uma "dose efervescente" de estímulo fiscal, com um fluxo constante de apoio monetário.

hs-an/ll/fp