Mercado fechará em 4 h 28 min
  • BOVESPA

    106.431,02
    +57,16 (+0,05%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    53.973,27
    +228,35 (+0,42%)
     
  • PETROLEO CRU

    84,86
    +1,04 (+1,24%)
     
  • OURO

    1.813,00
    -3,50 (-0,19%)
     
  • BTC-USD

    41.541,54
    -1.193,01 (-2,79%)
     
  • CMC Crypto 200

    990,99
    -18,40 (-1,82%)
     
  • S&P500

    4.604,29
    -58,56 (-1,26%)
     
  • DOW JONES

    35.453,81
    -458,00 (-1,28%)
     
  • FTSE

    7.565,06
    -46,17 (-0,61%)
     
  • HANG SENG

    24.112,78
    -105,25 (-0,43%)
     
  • NIKKEI

    28.257,25
    -76,27 (-0,27%)
     
  • NASDAQ

    15.350,50
    -245,25 (-1,57%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2669
    -0,0269 (-0,43%)
     

Eclipse solar visto da ISS: veja fotos incríveis tiradas por astronautas

·2 min de leitura

O eclipse solar total ocorrido neste sábado (4) foi acompanhado pelos astronautas a bordo da Estação Espacial Internacional (ISS), que aproveitaram para fazer belas fotos do fenômeno. Este eclipse foi visível somente para observadores que estavam na região da Antártida e nos arredores, tendo também algumas fases visíveis para quem estava na Austrália, Nova Zelândia, Argentina e África do Sul.

Em uma publicação no Twitter, a astronauta Kayla Barron, membro da missão Crew-3, explica que os tripulantes se juntaram na cúpula da estação para observar o eclipse solar total. O fenômeno começou às 4h (horário de Brasília) e rendeu imagens de tirar o fôlego da sombra da Lua, projetada na superfície da Terra. “Foi uma visão incrível”, escreveu ela.

Veja, abaixo, as fotos que eles fizeram:

Quando um eclipse solar ocorre, a Lua fica entre o Sol e a Terra e projeta sua sombra em nosso planeta, bloqueando total ou parcialmente a luz solar em algumas regiões. Nos eclipses solares totais, os três astros ficam alinhados; quando isso acontece, quem está no centro da sombra da Lua vê o eclipse total, acompanhado do escurecimento temporário do céu.

Desta vez, o eclipse solar total ocorreu às 04h (horário de Brasília), com pico às 04h44. Durante dois minutos, o disco solar ficou completamente coberto pela Lua e, logo depois, uma pequena parte do Sol reapareceu, saindo gradualmente da sombra lunar. O fenômeno acabou às 05h06.

O único local em que este eclipse solar pôde ser observado em totalidade foi na Antártida, sendo que em outras regiões foi possível ver somente um eclipse parcial ocorrendo. No caso do Brasil, não foi possível observar o fenômeno porque era noite por aqui, ou seja, o Sol não estava visível no céu.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos