Mercado abrirá em 3 h 9 min
  • BOVESPA

    108.402,27
    +1.930,27 (+1,81%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.354,86
    +631,46 (+1,35%)
     
  • PETROLEO CRU

    90,07
    -0,69 (-0,76%)
     
  • OURO

    1.804,40
    -0,80 (-0,04%)
     
  • BTC-USD

    23.634,15
    -498,35 (-2,07%)
     
  • CMC Crypto 200

    550,85
    +7,97 (+1,47%)
     
  • S&P500

    4.140,06
    -5,13 (-0,12%)
     
  • DOW JONES

    32.832,54
    +29,04 (+0,09%)
     
  • FTSE

    7.488,34
    +5,97 (+0,08%)
     
  • HANG SENG

    20.003,44
    -42,33 (-0,21%)
     
  • NIKKEI

    27.999,96
    -249,28 (-0,88%)
     
  • NASDAQ

    13.177,25
    -6,00 (-0,05%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2164
    +0,0070 (+0,13%)
     

Eclipse solar: onde e quando será visto fenômeno do dia 4 de dezembro

·3 min de leitura
Eclipse solar total
Eclipse solar total só poderá ser observado da Antártica

Alguns habitantes do Hemisfério Sul vão ter a oportunidade de observar um eclipse solar total ou parcial no próximo sábado (4/12), segundo a Nasa, a agência espacial americana.

Infelizmente, o Brasil está de fora da lista de países de onde será possível acompanhar o fenômeno.

Mas, se o tempo permitir, os amantes da astronomia vão poder assistir ao vivo ao eclipse solar total visto da Antártica no canal da Nasa no YouTube e no site da agência (nasa.gov/live).

A transmissão começa às 3h30 (horário de Brasília), coincidindo com o início do eclipse solar total. O fenômeno chega a seu ápice às 4h44 e termina às 5h37.

Durante um eclipse solar total, o Sol, a Lua e a Terra se alinham de forma que o Sol é bloqueado quando visto de dentro da sombra da Lua na Terra.

O único lugar onde o fenômeno poderá ser visto em sua totalidade é na Antártica.

Em outro locais, observadores serão capazes de acompanhar um eclipse solar parcial, quando o Sol, a Lua e a Terra não estão exatamente alinhados. Mas para vê-lo é preciso estar em algumas áreas da ilha de Santa Helena, Namíbia, Lesoto, África do Sul, Geórgia do Sul e Ilhas Sandwich do Sul, Ilhas Crozet, Ilhas Malvinas, Chile, Nova Zelândia e Austrália.

Em muitos desses lugares, o eclipse ocorrerá antes, durante e depois do nascer ou pôr do sol. Isso significa que os observadores precisam ter uma visão clara do horizonte durante o nascer ou o pôr do sol para ver o eclipse.

Durante o eclipse solar parcial, o Sol parecerá ter uma sombra escura em apenas parte de sua superfície.

Como explica a Nasa, um eclipse solar ocorre quando a Lua está localizada entre o Sol e a Terra, lançando uma sombra na Terra e bloqueando total ou parcialmente a luz do Sol em algumas áreas.

"Para que ocorra um eclipse solar total, o Sol, a Lua e a Terra devem estar alinhados. Os habitantes da área localizada no centro da sombra da Lua, quando ela atingir a Terra, verão um eclipse total. O céu ficará muito escuro, como se fosse amanhecer ou anoitecer. Se o tempo permitir, as pessoas no caminho de um eclipse solar total podem ver a coroa do Sol, ou sua atmosfera externa, que normalmente fica obscurecida pelo lado brilhante da estrela", informa a agência em seu site.

Como observar com segurança um eclipse solar total ou parcial

A Nasa alerta que "nunca é seguro diretamente para o Sol, mesmo se o Sol estiver total ou parcialmente obscurecido".

"Ao observar um eclipse solar parcial, você deve usar óculos solares ou óculos de eclipse durante todo o eclipse se quiser ver o Sol de frente. Óculos solares ou de eclipse NÃO são vidros comuns; óculos de sol comuns não são seguros para ver o Sol", diz a agência.

"Se você estiver no caminho de um eclipse solar total, poderá remover seus óculos solares ou de eclipse somente quando a Lua estiver bloqueando completamente o Sol".

"Se você não tem óculos de sol ou óculos de eclipse, pode usar um método alternativo de visão indireta, como um projetor pinhole. Os projetores pinhole não devem ser usados ​​para olhar diretamente para o Sol, mas sim para projetar a luz do sol em uma superfície", conclui a agência.

Quem quiser se arriscar a criar um projetor pinhole, pode seguir o passo a passo em vídeo.

Sabia que a BBC News Brasil está também no Telegram? Inscreva-se no canal.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos