Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.953,90
    +411,90 (+0,42%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.743,15
    +218,75 (+0,46%)
     
  • PETROLEO CRU

    108,46
    +0,03 (+0,03%)
     
  • OURO

    1.812,90
    +11,40 (+0,63%)
     
  • BTC-USD

    19.464,02
    +204,78 (+1,06%)
     
  • CMC Crypto 200

    420,84
    +0,70 (+0,17%)
     
  • S&P500

    3.825,33
    +39,95 (+1,06%)
     
  • DOW JONES

    31.097,26
    +321,86 (+1,05%)
     
  • FTSE

    7.168,65
    -0,63 (-0,01%)
     
  • HANG SENG

    21.859,79
    -137,11 (-0,62%)
     
  • NIKKEI

    25.935,62
    -457,38 (-1,73%)
     
  • NASDAQ

    11.610,50
    -0,75 (-0,01%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5595
    +0,0539 (+0,98%)
     

EA negociou com Amazon, Apple e Disney para ser vendida, diz site

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

A Electronic Arts (EA), dona de franquias como Mass Efect, The Sims, Need for Speed e Battlefield, estaria tendo reuniões com outras empresas para ser vendida. Segundo rumores, a empresa já teria se reunido com representantes da NBCUniversal, da Amazon, da Apple e da Disney “nos últimos anos”, mas nenhum acordo foi firmado até o momento.

As informações são da agência de notícias Puck. Conforme a reportagem, a conversa com a Disney teria sido realizada em março deste ano; já as negociações com a NBCUniversal teriam se prolongado por semanas, mas não foram para frente “no último mês devido a divergências sobre preço e estrutura”. Neste último caso, a NBCUniversal — que controla diversos canais de televisão e estúdios de cinema estadunidenses — assumiria o controle majoritário da EA.

Sede da Electronic Arts em Redwood City, Califórnia, nos Estados Unidos (Foto: Divulgação/EA)
Sede da Electronic Arts em Redwood City, Califórnia, nos Estados Unidos (Foto: Divulgação/EA)

Fontes afirmaram que a EA tem sido “persistente em buscar uma venda” nos últimos anos, especialmente após a aquisição da Activision Blizzard pela Microsoft. A compra, anunciada em janeiro deste ano, foi avaliada em US$ 68,7 bilhões, mas segue em trâmites jurídicos e burocráticos. Rumores também apontam que a Ubisoft procura um comprador. Já no outro lado da bancada, a Sony promete "mais aquisições" para fortalecer o catálogo de exclusivos da PlayStation.

Por meio do porta-voz John Reseburg, a EA declarou que não comenta “rumores e especulações relacionadas a fusões e aquisições”. A Amazon, a Apple e a Disney também não quiseram comentar.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos