Mercado fechado
  • BOVESPA

    127.892,40
    -1.367,09 (-1,06%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.227,74
    -351,36 (-0,69%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,96
    -1,19 (-1,65%)
     
  • OURO

    1.774,50
    -86,90 (-4,67%)
     
  • BTC-USD

    37.627,51
    -861,36 (-2,24%)
     
  • CMC Crypto 200

    935,68
    -34,20 (-3,53%)
     
  • S&P500

    4.221,86
    -1,84 (-0,04%)
     
  • DOW JONES

    33.823,45
    -210,22 (-0,62%)
     
  • FTSE

    7.153,43
    -31,52 (-0,44%)
     
  • HANG SENG

    28.558,59
    +121,75 (+0,43%)
     
  • NIKKEI

    29.018,33
    -272,68 (-0,93%)
     
  • NASDAQ

    14.171,75
    +190,50 (+1,36%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9756
    -0,0864 (-1,43%)
     

E3 2021 | 5 anúncios que gostaríamos de ver este ano

·5 minuto de leitura

A graça da E3 não está apenas nos jogos que são anunciados. Boa parte da diversão com a feira começa antes do evento com a especulação do que pode ou não aparecer, com os rumores que surgem de todos os cantos e com aquela nossa esperança de anúncios que a gente sabe que não vão acontecer. Afinal, sonhar é de graça e nunca se sabe quando seremos surpreendidos, não é mesmo?

E faltando apenas alguns dias para o início da E3 2021, todos nós temos uma lista de revelações que gostaríamos de ver aparecendo em cada uma das conferências. E, às vezes, esse impossível acaba se tornando real — lembra quando Final Fantasy VII Remake deixou de ser uma promessa de décadas para virar um jogo de verdade? Por isso, a cada E3, a gente se municia de mais fantasias do tipo, seja para brincar de faz de conta ou para se frustrar a cada conferência.

Assim, aproveitando o hype do evento, listamos alguns jogos que gostaríamos de ver na E3 2021. Aproveite e conte nos comentários quais jogos você também gostaria de ver anunciados.

5. Grand Theft Auto VI

A gente sabe que as chances de termos um novo GTA sendo mostrado nesta E3 beiram o impossível, mas já passou da hora de a Rockstar trazer um novo capítulo para a sua série de sucesso. Pode até não parecer, mas GTA 5 foi lançado em 2013 ainda para PlayStation 3 e Xbox 360,e desde então segue sendo recauchutado.

A gente gosta muito desses personagens, mas já está na hora de apresentar novos protagonistas (Imagem: Divulgação/Rockstar)
A gente gosta muito desses personagens, mas já está na hora de apresentar novos protagonistas (Imagem: Divulgação/Rockstar)

Isso significa, na prática, que passamos por uma geração inteira sem um GTA inédito — e é bem provável que vamos ter que esperar um pouco mais para ver algo inédito aí, já que a Rockstar confirmou que vai trazer o quinto jogo também para o PlayStation 5 e Xbox Series X e S. A explicação para isso é óbvia: GTA Online ainda é um sucesso e rende muito dinheiro para a empresa. Por que largar agora, certo?

Pois um GTA 6 pode não só aproveitar de verdade o potencial da nova geração como ampliar essa parcela do Online. Aceitamos até mais um clone de Fortnite se isso significar um novo jogo.

4. Dino Crisis Remake

A Capcom está em um ótimo momento com Resident Evil. Além do sucesso de RE7: Biohazard e Village, o estúdio trouxe os clássicos Resident Evil 2 e Resident Evil 3 de volta em grande estilo e acertou em cheio a nostalgia dos fãs. Seguindo essa lógica, um remake do primeiro Dino Crisis usando o mesmo motor gráfico não só seria a sequência lógica desse movimento como também a chance ideal de revitalizar a série.

Zumbis são legais, mas você já fugiu de um dinossauro antes? (Imagem: Reprodução/Capcom)
Zumbis são legais, mas você já fugiu de um dinossauro antes? (Imagem: Reprodução/Capcom)

Primeiro porque o Dino Crisis original já era praticamente um Resident Evil com dinossauros, então reaproveitar a tecnologia usada nos remakes para trazer os lagartões para os consoles atuais é uma bola que está quicando à espera da Capcom cortar. Os fãs, aliás, já pedem isso há tempos.

Além disso, há o fato de que estamos há uns 10 anos vivendo apenas de zumbis nos videogames. Além de Resident Evil, um sem número de franquias decidiu apostar em mortos-vivos e o gênero já deu uma saturada. E vamos combinar que dinossauros são muito mais assustadores que zumbis, afinal são lagartos gigantes correndo atrás de vocês e não um cadáver em decomposição.

3. Dead Space

Mas já que a indústria não vai largar o osso de mortos-vivos tão cedo, que canalizem essa insistência em um bom jogo e tragam Dead Space de volta. A Electronic Arts praticamente enterrou a franquia com Dead Space 3 e todas as suas microtransações, mas estamos aqui para sonhar e isso ela ainda não monetizou. Então vermos um novo game seria uma oportunidade e tanto de redenção.

Dead Space foi muito maltratado pela EA, mas merece uma nova chance (Imagem: Divulgação/Electronic Arts)
Dead Space foi muito maltratado pela EA, mas merece uma nova chance (Imagem: Divulgação/Electronic Arts)

E não seria preciso muito para isso, bastando retornar às origens. Esqueça o modo multiplayer e a lojinha de armas e munições. Tudo o que um Dead Space precisa é de uma nave à deriva no espaço com uns aliens putrefatos tentando te matar. É só caprichar na iluminação e nos cenários claustrofóbicos e o jogo está pronto.

2. Bloodborne 2

Ok, a Sony nem mesmo vai estar na E3 2021, mas os jogos que eu citei anteriormente também não, então me dou ao direito de esperar por um Bloodborne 2 que nunca vai vir — ainda mais porque a From Software parece estar presa para sempre no desenvolvimento de Elden Ring.

Bloodborne segue sendo um jogo maravilhoso até hoje (Imagem: Divulgação/From Software)
Bloodborne segue sendo um jogo maravilhoso até hoje (Imagem: Divulgação/From Software)

E toda essa expectativa porque o primeiro Bloodborne ainda é uma das melhores coisas que saiu na geração passada, seja em termos de jogabilidade ou de conceito. Toda a ideia de misturar terror clássico com elementos lovecraftianos em uma narrativa tão bem desenvolvida é algo que encanta até hoje. Não por acaso, a comunidade do PC clama para que a Sony libere o game para a plataforma.

E mesmo que o gênero Soulslike tenha saturado com tantos jogos seguindo essa fórmula, o exclusivo do PS4 segue sendo uma obra de arte em todos os aspectos. A grande dificuldade seria fazer com que essa sequência fique no mesmo nível do original.

1. Splinter Cell

Para encerrar nossa lista, um jogo que a Ubisoft parece ter jogado no fundo do mar para nunca mais olhar a luz do dia. Splinter Cell é uma franquia que sempre teve um peso muito forte nos games, sendo por muito tempo o jogo da linha Tom Clancy de maior sucesso. No entanto, depois de Blacklist, a empresa decidiu fingir que a série nunca existiu.

Sam Fischer está há 8 anos na geladeira da Ubisoft (Imagem: Reprodução/Ubisoft)
Sam Fischer está há 8 anos na geladeira da Ubisoft (Imagem: Reprodução/Ubisoft)

Só para ter uma ideia, a última vez que Splinter Cell apareceu nos consoles foi em 2013. São oito anos sem um jogo novo e uma geração inteira sem o espião. Por isso, seria muito bom ver Sam Fisher voltando à cena nesta E3 2021 em um reboot. Com isso, a Ubisoft poderia deixar de lado a história que já foi construída até aqui e se concentrar em atrair uma nova leva de jogadores que ainda não conhecem o personagem — ainda mais depois do fim da saga Metal Gear.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos