Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.296,18
    -1.438,83 (-1,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.889,66
    -130,39 (-0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,98
    +1,48 (+1,79%)
     
  • OURO

    1.793,10
    +11,20 (+0,63%)
     
  • BTC-USD

    61.271,17
    +126,54 (+0,21%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.453,34
    -49,69 (-3,31%)
     
  • S&P500

    4.544,90
    -4,88 (-0,11%)
     
  • DOW JONES

    35.677,02
    +73,94 (+0,21%)
     
  • FTSE

    7.204,55
    +14,25 (+0,20%)
     
  • HANG SENG

    26.126,93
    +109,40 (+0,42%)
     
  • NIKKEI

    28.804,85
    +96,27 (+0,34%)
     
  • NASDAQ

    15.324,00
    -154,75 (-1,00%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5808
    -0,0002 (-0,00%)
     

DWS, do Deutsche Bank, conduz revisão sobre suposto greenwashing

·2 minuto de leitura

(Bloomberg) -- A unidade de gestão de ativos do Deutsche Bank iniciou uma nova revisão de supostas práticas de marketing verde exagerado enquanto investigações de reguladores continuam nos EUA e na Alemanha.

Most Read from Bloomberg

A DWS Group contratou o escritório de advocacia americano Sullivan & Cromwell para uma nova avaliação das alegações do chamado greenwashing, de acordo com pessoas a par do assunto que pediram para não serem identificadas. A SEC dos EUA, a agência reguladora alemã BaFin e o Departamento de Justiça americano investigam a DWS sobre informações reveladas pela ex-diretora de sustentabilidade Desiree Fixler.

A DWS contratou o escritório de advocacia para representar a empresa nas conversas com a SEC, e o escopo da avaliação vai além das alegações de Fixler, disse uma pessoa.

Investidores souberam há pouco mais de um mês que reguladores estão investigando a DWS, que demitiu Fixler pouco antes de publicar um relatório anual sobre dados ambientais, sociais e de governança, ou ESG na sigla em inglês, que, segundo ela, foram exagerados. O caso abalou a comunidade de gestão de ativos quando o setor enfrenta um ambiente regulatório mais rigoroso após anos de crescimento sem controle do mercado ESG.

A DWS, que contestou consistentemente as alegações, inicialmente contratou a PwC para conduzir uma revisão que concluiu que a gestora não havia praticado greenwashing. Um porta-voz da DWS não quis comentar.

A DWS também contratou a PWC no início do ano para conduzir um “projeto comercial de consultoria ESG” enquanto Fixler ainda estava na empresa, disse a ex-funcionária em mensagem à Bloomberg. Um porta-voz da PWC não quis comentar.

A BaFin entrou em contato com o Deutsche Bank, que detém cerca de 80% da unidade de investimento, sobre o papel desempenhado pelo presidente do banco, Karl von Rohr, segundo a Bloomberg. Von Rohr preside o conselho fiscal da DWS e, nessa função, assinou o relatório anual que agora é investigado por suposto greenwashing.

As supostas práticas de greenwashing colocaram a DWS e o Deutsche Bank na defensiva enquanto tentam se promover como campeões de sustentabilidade. O CEO do Deutsche Bank, Christian Sewing, deixou claro que a empresa quer assumir a liderança no mercado ESG de US$ 35 trilhões, como um caminho fundamental para elevar a receita.

Most Read from Bloomberg Businessweek

©2021 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos