Mercado abrirá em 7 hs
  • BOVESPA

    105.069,69
    +603,69 (+0,58%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.597,29
    -330,11 (-0,65%)
     
  • PETROLEO CRU

    67,70
    +1,44 (+2,17%)
     
  • OURO

    1.781,80
    -2,10 (-0,12%)
     
  • BTC-USD

    49.089,55
    +109,39 (+0,22%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.262,70
    -179,06 (-12,42%)
     
  • S&P500

    4.538,43
    -38,67 (-0,84%)
     
  • DOW JONES

    34.580,08
    -59,72 (-0,17%)
     
  • FTSE

    7.122,32
    -6,89 (-0,10%)
     
  • HANG SENG

    23.466,39
    -300,30 (-1,26%)
     
  • NIKKEI

    27.924,68
    -104,89 (-0,37%)
     
  • NASDAQ

    15.732,50
    +14,75 (+0,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3814
    -0,0139 (-0,22%)
     

Dubai Air Show | Rússia mostra versão não tripulada de seu caça furtivo

·1 min de leitura

A Sukhoi, importante fabricante russa de aeronaves bélicas, mostrou uma versão interessante do seu caça furtivo Checkmate, concorrente direto de modelos como o F-15 Eagle e que ainda está em fase de desenvolvimento. O modelo, parte da quinta geração de aeronaves dessa categoria, ganhou uma edição especial exibida no Dubai Air Show, que não necessita de pilotos para as missões.

De acordo com a Rostec, estatal russa que também está por trás do projeto do Checkmate, essa aeronave tem tecnologia de ponta e suficiente para realizar missões sem que soldados sejam colocados em risco. Em um vídeo demonstrativo renderizado, já com a unidade tripulada do caça, a empresa mostrou algumas de suas valências, como a mira mais precisa, extrema agilidade e dirigibilidade, além da alta capacidade de armamentos — e da invisibilidade, é claro.

A estratégia do governo russo com o Checkmate é colocá-lo como uma opção "barata" de aeronave furtiva, sempre com foco em exportação — motivo pelo qual o vídeo está em inglês. A Sukhoi garante que o preço por horas de voo é de "baixo custo", equivalente a modelos da geração passada de caças. Além disso, suas capacidades técnicas, como a velocidade de 2222,64 km/h, autonomia de 2.500 km e carga útil de sete toneladas podem ser atrativos adicionais.

A expectativa do governo russo fazer o voo inaugural em 2023, com o início da produção em 2026.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos