Mercado abrirá em 49 mins
  • BOVESPA

    111.439,37
    -2.354,63 (-2,07%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.307,71
    -884,59 (-1,69%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,06
    -1,91 (-2,65%)
     
  • OURO

    1.755,80
    +4,40 (+0,25%)
     
  • BTC-USD

    43.655,03
    -3.613,94 (-7,65%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.090,27
    -135,26 (-11,04%)
     
  • S&P500

    4.432,99
    -40,76 (-0,91%)
     
  • DOW JONES

    34.584,88
    -166,42 (-0,48%)
     
  • FTSE

    6.847,00
    -116,64 (-1,67%)
     
  • HANG SENG

    24.099,14
    -821,62 (-3,30%)
     
  • NIKKEI

    30.500,05
    +176,75 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.095,50
    -230,50 (-1,50%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2417
    +0,0423 (+0,68%)
     

Surto de covid na China se espalha e Espanha permite voos do Brasil

·3 minuto de leitura
(Arquivo) Vista da megalópole de Chongqing

A proliferação de surtos da variante Delta do coronavírus fez com que China e Austrália impusessem, neste sábado (31), medidas mais rigorosas de combate à covid-19, enquanto a Espanha anunciou o levantamento das restrições de voos do Brasil.

O maior surto de covid-19 detectado na China há meses se espalhou para duas novas áreas neste sábado: a província de Fujian e a cidade de Chongqing, e já alcança 14 províncias do gigante asiático.

Mais de 260 casos no país têm relação com um surto na província de Jiangsu, onde nove funcionários do setor de limpeza do aeroporto internacional da cidade de Nanjing testaram positivo no último dia 20.

"A principal cepa em circulação atualmente é a variante Delta (...), o que representa um desafio até mesmo maior para a prevenção do vírus e o trabalho de controle", disse Mi Feng, porta-voz da Comissão Nacional de Saúde.

O país onde o vírus da covid-19 surgiu pela primeira vez se apressa para conter o surto com o confinamento de mais de um milhão de pessoas e campanhas de testes de diagnóstico em massa.

- Variante Delta é uma advertência -

A nível mundial, as infecções de coronavírus voltam a crescer. A Organização Mundial da Saúde (OMS) anunciou um aumento médio de 80% das infecções nas últimas quatro semanas em cinco das seis regiões da agência.

Detectada inicialmente na Índia, esta contagiosa cepa está presente atualmente em 132 países e territórios, segundo a OMS.

"A variante Delta é uma advertência de que o vírus está evoluindo, mas também é um apelo para a ação. Temos que agir agora, antes que surjam variantes mais perigosas", disse o diretor de emergências da OMS, Michael Ryan.

Na Austrália, a terceira cidade do país - Brisbane - e outras partes do estado de Queensland iniciaram um confinamento de três dias neste sábado após a detecção de seis novos casos.

"A única forma de vencer a variante Delta é agir rapidamente e ser firme", disse o vice-primeiro-ministro do estado, Steven Miles.

Outras partes da região voltaram a impor restrições para combater a cepa.

Em Bangladesh, a decisão do governo de excluir do confinamento geral as fábricas de roupa de grandes marcas ocidentais provocou um êxodo em massa de centenas de milhares de trabalhadores de suas cidades para as áreas industriais.

Na Malásia, multidões foram às ruas para denunciar o confinamento imposto a nível nacional.

Também há expectativas de grandes manifestações neste sábado na França, depois das mobilizações de dezenas de milhares de pessoas nos últimos dois finais de semana para protestar contra o certificado sanitário anticovid, que será obrigatório para entrar em muitos locais públicos.

- Voos do Brasil para a Espanha -

Na Espanha, o governo decretou o levantamento parcial a partir de 3 de agosto das restrições vigentes para os voos procedentes do Brasil e da África do Sul.

Desde fevereiro, a Espanha proibiu as chegadas aéreas desses países, exceto para cidadãos ou residentes da Espanha e Andorra ou passageiros em trânsito para países de fora do espaço Schengen.

Agora, todos aqueles vacinados, com testes negativos ou comprovante de um contágio recente de covid-19 poderão entrar no país, mas deverão fazer uma quarentena de dez dias.

Há alguns dias, o governo espanhol impôs as mesmas condições aos passageiros da Argentina, Colômbia e Bolívia, de onde também houve fortes restrições para os voos.

A Espanha enfrenta há semanas um forte aumento de casos de covid, com uma incidência de 687 casos a cada 100.000 habitantes em 14 dias, apesar dos altos índices de vacinação entre sua população, com quase 57% com a imunização completa e 67% com pelo menos a primeira dose.

lxc/jah/af/rsr/lb/tt/aa

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos