Mercado fechado

Dropbox vai demitir 11% do pessoal e diretora de operações vai deixar empresa

·1 minuto de leitura
Dropbox app

BANGALORE, Índia (Reuters) - A Dropbox anunciou nesta quarta-feira a saída da vice-presidente de operações e demissão de 11% de sua força de trabalho global, equivalente a 315 funcionários, em estratégia para lidar com os efeitos da pandemia.

As ações da companhia caíram quase 6% depois que a Dropbox afirmou que a vice-presidente de operações Olivia Nottebohm, que deixou o Google no ano passado para se juntar à empresa, vai deixar o posto em 5 de fevereiro.

A companhia tinha afirmado em outubro que o trabalho remoto por causa da Covid-19 iria se tornar definitivo e que os espaços físicos ocupados pela empresa não serão mais utilizados em rotinas diárias de trabalho individual.