Mercado fechado
  • BOVESPA

    120.061,99
    -871,79 (-0,72%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.945,86
    +416,89 (+0,86%)
     
  • PETROLEO CRU

    61,12
    -1,55 (-2,47%)
     
  • OURO

    1.794,40
    +16,00 (+0,90%)
     
  • BTC-USD

    55.532,66
    -572,65 (-1,02%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.282,10
    +19,14 (+1,52%)
     
  • S&P500

    4.164,22
    +29,28 (+0,71%)
     
  • DOW JONES

    34.084,86
    +263,56 (+0,78%)
     
  • FTSE

    6.895,29
    +35,42 (+0,52%)
     
  • HANG SENG

    28.621,92
    -513,81 (-1,76%)
     
  • NIKKEI

    28.508,55
    -591,83 (-2,03%)
     
  • NASDAQ

    13.863,50
    +69,25 (+0,50%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7011
    -0,0014 (-0,02%)
     

Dreyfus origina recorde de soja, açúcar e algodão no Brasil em 2020, avança em café

·2 minuto de leitura

SÃO PAULO (Reuters) - A Louis Dreyfus Company (LDC), uma das maiores companhias do agronegócio no mundo, registrou originação recorde de soja, açúcar e algodão no Brasil em 2020, ao mesmo tempo em que avançou no mercado de café, contando com grandes safras brasileiras, de acordo com nota da empresa.

Segundo a Dreyfus, o resultado no Brasil "superou as expectativas", em ano desafiador marcado pela pandemia. Mas o bom desempenho foi favorecido também por investimentos em logística e nas instalações da empresa no país.

O lucro líquido do grupo em todo o mundo somou 382 milhões de dólares, versus 230 milhões de dólares em 2019, à medida que uma resiliente demanda por alimentos impulsionou a comerciante global de produtos agrícolas.

A unidade brasileira foi beneficiada por essa demanda, em um ano em que o país também teve recordes na produção.

A Dreyfus disse em nota que, com uma produção brasileira de soja 7% maior em 2020, conseguiu operar os "ativos com interrupção mínima, apesar da Covid-19, obtendo e processando volumes recordes".

A empresa não divulgou volumes negociados ou processados no Brasil.

No algodão, outra safra com recorde em 2020, a Dreyfus também citou originação histórica, assim como exportações e máximas. "Aumentamos nossa participação de mercado e fortalecemos nossa presença no país, por meio da expansão da capacidade de armazenamento e do desenvolvimento de parcerias-chave para maximizar volumes e minimizar gargalos", disse.

No café, a LDC disse ter aumentado "significativamente" sua participação no mercado de originação, ficando "entre os líderes" em exportação e vendas no mercado interno, "enviando volumes recordes".

Em açúcar a empresa disse ter obtido também "volumes recordes", citando que as paridades cambiais estimularam a produção. Afirmou ainda que abriu "novos caminhos" ao originar sua primeira safra de açúcar no Nordeste do Brasil.

(Por Roberto Samora)