Dow Jones intensifica perdas e fecha em baixa de 0,94%

Nova York, 8 nov (EFE).- O índice Dow Jones Industrial, o principal de Wall Street, fechou nesta quinta-feira em baixa de 0,94%.

Esse indicador, que reúne 30 das maiores empresas americanas, perdeu 121,41 pontos, para 12.811,32. Já o índice seletivo S&P 500 caiu 1,22%, até 1.377,51, e o indicador da bolsa eletrônica Nasdaq recuou 1,42% para 2.895,58.

O pregão nova-iorquino havia começado o dia com uma moderada tendência de alta graças ao efeito rebote depois da forte baixa de mais de 2% da quarta-feira, as mais pronunciadas de 2012, assim como pela difusão de dois dados melhores que o previsto sobre o mercado de trabalho e o déficit comercial americano.

No entanto, essa tendência não se manteve durante muito tempo devido aos renovados temores gerados pelo possível "abismo fiscal", como se denominaram as altas de impostos e cortes da despesa automáticos que entrarão em vigor no dia 1º de janeiro se o Congresso não conseguir equilibrar as contas públicas do país.

Dessa forma, apenas quatro dos 30 componentes do Dow Jones fecharam a jornada em terreno positivo, liderados pelo Bank of America (1,73%) e pela aeronáutica Boeing (1,24%), este último após anunciar a reestruturação de sua divisão de Defesa, que representa o corte de US$ 1,6 bilhão em dois anos.

O lado negativo foi comandando pela tecnológica Cisco (-2,21%), o McDonald's (-1,99%) e o grupo industrial United Technologies (-1,96%), seguidos por mais de uma dezena de empresas com quedas superiores a um ponto percentual.

Em outros mercados, o petróleo do Texas subiu para US$ 85,09 por barril, o ouro ascendeu até US$ 1.726 a onça, o dólar ganhava terreno perante o euro (cotado a US$ 1,2745) e a rentabilidade da dívida pública americana a dez anos caia para 1,62%. EFE

Carregando...