Dow Jones fecha em queda de 1,05%

Nova York, 2 nov (EFE).- O índice Dow Jones Industrial, o principal de Wall Street, fechou em queda de 1,05% nesta sexta-feira, influenciado pela baixa do setor energético, que ofuscou os bons dados sobre a criação de postos de trabalho nos Estados Unidos em outubro.

Esse índice, que reúne 30 das maiores empresas cotadas no mercado americano, caiu 139,46 pontos, para 13.093,16, enquanto que o seletivo S&P 500 baixou 13,39 pontos (0,94%), para 1.414,20, e o índice composto do mercado Nasdaq 37,93 pontos (1,26%), para 2.982,13.

Destaque para a queda do setor de matérias-primas (1,49%) e energético (1,06%), devido ao retrocesso de 2,56% do Petróleo Intermediário do Texas depois que os EUA retiraram de forma temporária a limitação de entrada de navios estrangeiros para que mais petroleiros forneçam o produto às áreas do nordeste do país, afetadas pela tempestade "Sandy".

A baixa desses dois setores escureceu a difusão de vários dados macroeconômicos melhores do que o previsto nos EUA, concretamente a criação de 171 mil postos de trabalho em outubro.

Também pressionou em baixa a queda de 2,77% das ações da Chevron, que liderou o lado negativo do Dow Jones, após anunciar que obteve um lucro líquido de US$ 18,930 bilhões até setembro, 13% menos anualizado.

Destacaram-se além disso a queda dos títulos de Caterpillar (2,12%), Dupont (1,89%) e IBM (1,89%), enquanto somente quatro títulos terminaram o dia no positivo, liderados por Bank of America (1,13%).

Em outros mercados, o ouro caiu para US$ 1.675,20 a onça, o dólar se valorizou frente ao euro e terminou o dia valendo US$ 1,2831, e a rentabilidade da dívida pública americana a dez anos caiu para 1,72%. EFE

Carregando...