Dow Jones fecha praticamente estável

Nova York, 14 fev (EFE).- O índice Dow Jones Industrial, o principal de Wall Street, fechou nesta quinta-feira em leve baixa de 0,07% em um dia marcado por dois grandes anúncios empresariais nos Estados Unidos: a compra da Heinz e a fusão entre a American Airlines e a US Airways.

O indicador, que reúne 30 das maiores empresas americanas, caiu 9,52 pontos, para 13.973,39. Já o índice seletivo S&P 500 teve um ligeiro avanço de 0,07%, até os 1.521,38 pontos, enquanto o indicador da bolsa eletrônica Nasdaq subiu 0,06%, alcançando 3.198,66 pontos.

O pregão nova-iorquino fechou sem um rumo definido em um dia no qual o anúncio de que a zona do euro se contraiu 0,6% em 2012 ofuscou número melhores do que o previsto em relação aos pedidos de seguro-desemprego nos EUA, que atingiram na semana passada seu nível mais baixo em cinco anos.

Wall Street também não pôde celebrar os importantes anúncios empresariais divulgados nos Estados Unidos: entre eles a fusão da American Airlines, a terceira maior companhia aérea dos EUA e em processo de reestruturação, com sua concorrente US Airways, em um negócio avaliado em US$ 11 bilhões.

As ações da US Airways caíram 4,57% na Bolsa de Nova York, enquanto a American Airlines, que deixou de cotar nesse mercado após sua moratória, disparou 63% no mercado secundário.

Já o grupo investidor do milionário Warren Buffet, Berkshire Hathaway (alta de 1,01%), se associou à companhia brasileira 3G Capital para comprar a empresa de produtos de alimentação Heinz (19,87%) por US$ 28 bilhões.

Os componentes do Dow Jones ficaram praticamente divididos entre os números positivos e negativos. Do lado das quedas, destaque para a fabricante de refrigerantes Coca-Cola (-0,99%), depois que seu principal concorrente, a PepsiCo (que não cota nesse índice), apresentou resultados melhores do que o previsto.

A empresa subiu 1,09% após anunciar que lucrou US$ 6,178 bilhões em seu ano fiscal de 2012, valor 4% menor do que em 2011, mas no último trimestre do ano conseguiu elevar seus ganhos em 17% graças à América Latina.

Também se destacaram no Dow Jones as queda da cadeia no varejo Wal-Mart (-0,8%), da química Dupont (-0,74%) e da tecnológica Cisco (-0,66%), que anunciou lucros de US$ 5,235 bilhões durante seu primeiro semestre do ano fiscal de 2013, valor 32,2% menor anualizado.

Fora desse índice, as ações da cervejaria belgo-brasileira Anheuser-Busch InBev, cotadas na Bolsa de Nova York, subiram 5,1% após a companhia propor modificações em seu plano de compra do grupo mexicano Modelo para tentar evitar o veto das autoridades de concorrência dos EUA à operação.

Em outros mercados, o petróleo do Texas subiu US$ 97,31 por barril, o ouro desceu para US$ 1.635,5 a onça, o dólar subiu em relação ao euro (cotado a US$ 1,3357), e a rentabilidade da dívida americana a dez anos caiu para 2%. EFE

Carregando...