Dow Jones fecha praticamente estável

Nova York, 15 fev (EFE).- O índice Dow Jones Industrial, o principal de Wall Street, fechou nesta sexta-feira em leve alta de 0,06% em um pregão no qual os olhares estiveram voltados à reunião do G20 em Moscou.

Esse indicador, que reúne 30 das maiores empresas americanas, ganhou 8,37 pontos, para 13.981,76. Já o índice seletivo S&P 500 caiu 0,1% e fechou aos 1.519,79 pontos, e o indicador da bolsa eletrônica Nasdaq recuou 0,21%, para 3.192,03.

Com a atenção voltada para a reunião dos ministros de Finanças do G20, Wall Street não conseguiu encontrar o rumo em um dia no qual foi divulgado que a produção industrial caiu em janeiro 0,1%, enquanto o setor manufatureiro no estado de Nova York avançou no mesmo mês.

Durante o encontro ministerial na capital russa, tanto o Fundo Monetário Internacional (FMI) como a Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE) defenderam a postura do Japão sobre a desvalorização do iene.

As quedas mais significativas no Dow Jones foram dos títulos de Wal-Mart (-2,15%), HP (-1,41%), American Express (-1,04%), Bank of America (-0,82%), JP Morgan Chase (-0,69%) e Chevron (-0,65%).

As ações da Coca-Cola tiveram a principal alta (1,57%), seguidas pelas de Disney (1,33%), United Technologies (1,22%), Pfizer (0,85%) e IBM (0,67%).

Fora desse índice, os papéis da Heinz caíram 0,3% um dia após o anúncio de que o magnata Warren Buffet se aliou ao fundo 3G Capital, dos brasileiros Jorge Paulo Lemann, Carlos Alberto Sicupira e Marcel Telles, para comprar por US$ 28 bilhões o grupo alimentício.

Já as ações da US Airways subiram 3,65% na Bolsa de Nova York um dia após a companhia aérea anunciar sua decisão de se fundir com a concorrente American Airlines para se transformarem na maior companhia aérea do mundo.

Em outros mercados, o preço do ouro caía para US$ 1.608,10 a onça, e a rentabilidade da dívida americana a dez anos subia para 2,01%. EFE

Carregando...