Dow Jones fecha em baixa de 1,45%

Nova York, 14 nov (EFE).- O índice Dow Jones Industrial, o principal de Wall Street, fechou nesta quarta-feira em baixa de 1,45%.

Esse indicador, que reúne 30 das maiores empresas americanas, perdeu 184,84 pontos, para 12.571,34. Já o índice seletivo S&P 500 caiu 1,39%, até 1.355,49, e o indicador da bolsa eletrônica Nasdaq recuou 1,29% para 2.846,81.

Após um início de pregão indefinido, os descensos foram se acumulando perante uma sucessão de dados macroeconômicos, como a divulgação das atas da última reunião do Federal Reserve (Fed, banco central americano) e vários números negativos na Europa.

No entanto, o que acabou por levar os índices a seus níveis mais baixos em mais de quatro meses foram as declarações do presidente americano, Barack Obama, nas quais pareceu inamovível em sua posição sobre como diminuir o déficit fiscal.

Obama disse em Washington, durante sua primeira entrevista coletiva após conseguir a reeleição, que a classe média não pode se transformar em "refém" do debate sobre a prorrogação dos cortes de impostos e a redução do déficit e insistiu que os ricos devem pagar mais impostos, algo rejeitado pelos republicanos.

As perdas se apossaram de 29 dos 30 títulos do Dow Jones Industrial, com a exceção da Cisco Systems, o maior fabricante mundial de tecnologia de redes informáticas, que subiu 4,81% após anunciar ontem um lucro líquido de US$ 2,092 bilhões em seu primeiro trimestre do ano fiscal 2013.

No lado negativo, chamaram atenção as quedas de Bank of America (-3,64%), General Electric (-3,24%) e Home Depot (-3,01%).

Fora do Dow Jones, o Facebook registrou uma impressionante alta de 12,59% apesar de hoje ter expirado o prazo no qual os proprietários das cerca de 800 milhões de suas ações estavam proibidos de desfazer-se delas.

Em outros mercados, o petróleo do Texas subiu para US$ 86,32 por barril, o ouro aumentou para US$ 1.726,1 a onça, o dólar caía perante o euro (cotado a US$ 1,2734) e a rentabilidade da dívida pública americana a dez anos se mantinha em 1,59%. EFE

Carregando...