Dow Jones fecha em baixa de 0,74%

Nova York, 19 dez (EFE).- O índice Dow Jones Industrial, o principal de Wall Street, fechou nesta quarta-feira em baixa de 0,74% depois que voltou a afastar-se a possibilidade de um acordo nos Estados Unidos que evite o temido "abismo fiscal".

Esse indicador, que reúne 30 das maiores empresas americanas, perdeu 98,99 pontos, para 13.251,97. Já o índice seletivo S&P 500 diminuiu 0,76%, até 1.435,81, enquanto o indicador da bolsa eletrônica Nasdaq recuou 0,33% para 3.044,36.

As perdas foram mais moderadas no caso do Nasdaq graças em boa medida ao avanço de 3,68% da Oracle um dia após anunciar que ganhou US$ 4,615 bilhões durante seu primeiro semestre fiscal de 2013.

Os números vermelhos se impuseram depois que o presidente da Câmara dos Representantes dos EUA, o republicano John Boehner, anunciou que a casa "aprovará uma legislação que torne permanente o alívio tributário para quase todos os americanos", um plano que o presidente Barack Obama já afirmou que vetará.

O tom pouco conciliador de Obama e Boehner voltou a afastar a possibilidade de um acordo que evite os aumentos de impostos para todos os americanos e os maciços cortes do gasto público que, se não houver acordo, entrarão em vigor em janeiro.

Assim, apenas três dos integrantes do Dow Jones terminaram a jornada em terreno positivo, liderados pela United Technologies (0,97%), enquanto as perdas foram puxadas por General Electric (-3,14%), Alcoa (-3,03%) e Home Depot (-1,95%).

Fora desse índice, chamou atenção o contundente avanço de 6,63% da General Motors depois que o Governo dos EUA anunciou que nos próximos 12 a 15 meses venderá todas suas ações nessa empresa, à qual recuperou em 2009.

Em outros mercados, o ouro caiu para US$ 1.667,7 a onça e a rentabilidade da dívida pública americana a dez anos recuava para 1,8%. EFE

Carregando...