Dow Jones fecha em alta de 2,35%

Nova York, 2 jan (EFE).- O índice Dow Jones Industrial, o principal de Wall Street, fechou nesta quarta-feira em alta de 2,35% após o acordo de última hora para evitar o abismo fiscal nos EUA.

Segundo dados provisórios, esse indicador, que reúne 30 das maiores empresas americanas, ganhou 308,41 pontos, para 13.412,55. Já o índice seletivo S&P 500 subiu 2,54%, até os 1.462,42 pontos, enquanto o indicador da bolsa eletrônica Nasdaq avançou 3,07%, para 3.112,26.

O alívio e o entusiasmo marcaram o primeiro pregão de 2013 depois que o Congresso aprovou ontem um acordo para evitar a combinação de altas de impostos e cortes de despesas que deveriam entrar em vigor e poderiam levar a economia dos EUA à recessão.

Embora o acordo não satisfaça nem democratas nem republicanos, foi visto de forma positiva pelos mercados. Todos os setores do Dow Jones e as trinta empresas cotadas registraram altas.

O setor tecnológico foi um dos mais beneficiados, liderado por Hewlett-Packard (5,40%), Intel (3,69%), Microsoft (3,56%) e Cisco (3,51%), junto com o financeiro, com destaque para o Bank of America (3,62%), American Express (2,58%) e JPMorgan Chase (2,27%).

A confiança de que o acordo alavanque a economia americana foi refletida nos resultados de empresas de diferentes setores, como o fabricante de maquinaria pesada Caterpillar, que subiu 4,34%; a siderúrgica US Steel (8,55%) e a seguradora Metlife (6,71%).

O índice tecnológico Nasdaq voltou a ser o que mais subiu, ajudado por um novo avanço da Apple (3,17%), depois das informações divulgadas hoje de que a companhia pretende lançar neste ano uma nova atualização de seu telefone inteligente iPhone, equipado com um novo sistema operacional.

Nos demais mercados, o petróleo do Texas subiu para US$ 93,12 por barril, enquanto o ouro aumentou até US$ 1.686,4 a onça.

Já o dólar se valorizou diante do euro, cotado a US$ 1,3183, e a rentabilidade da dívida pública americano a dez anos subiu até 1,845%. EFE

Carregando...