Dow Jones fecha em alta de 1,28%

Nova York, 31 dez (EFE).- O índice Dow Jones Industrial, o principal de Wall Street, fechou nesta segunda-feira, o último dia do ano, em alta de 1,28% graças aos avanços de última hora conseguidos em Washington para evitar o "abismo fiscal".

Esse indicador, que reúne 30 das maiores empresas americanas, ganhou 166,03 pontos, para 13.104,14. Já o índice seletivo S&P 500 subiu 1,69% (23,76 pontos), até 1.426,19. Enquanto o indicador da bolsa eletrônica Nasdaq avançou 2% (59,2 pontos) e fechou em 3.019,51.

O Dow Jones fechou o ano em alta de 7,26%, enquanto o S&P 500 subiu 13,41% e o Nasdaq avançou 15,91%. Apesar disso, este foi o pior trimestre do Dow Jones desde o período julho-setembro de 2011, já que os últimos três meses do ano foram marcados pela incerteza sobre o acerto de um pacto orçamentário antes do final de 2012.

No último pregão do ano, os investidores mantiveram a atenção voltada para Washington, onde se desenrola as negociações entre democratas e republicanos.

Apesar de ainda não ter sido fechado um pacto orçamentário a longo prazo que evite aumentos de impostos e cortes do gasto público, todos eles automáticos, os sinais que chegam de Washington foram suficientemente otimistas para que os mercados acreditem que 2012 acabará com um acordo que evite uma nova recessão.

Todos os valores do Dow Jones Industrial registraram altas, com exceção da Johnson&Johnson, que desceu 0,44%. As maiores altas foram da Hewlett-Packard (4,17%), Caterpillar (3,22%), General Electric (2,62%) e Bank of America (2,20%).

Fora do Dow Jones, a Apple avançou 4,60% e Facebook subiu 2,73%, o que contribuiu para que o índice Nasdaq fosse o de maior alta hoje.

Em outros mercados, o petróleo do Texas subiu 1,1% e fechou o ano a US$ 91,82 por barril. Enquanto isso, o ouro aumentou para US$ 1.673,7 a onça, o dólar se valorizou em relação ao euro, cotado a US$ 1,3197, e a rentabilidade da dívida pública americano a dez anos subiu até 1,761%. EFE

Carregando...