Dow Jones fecha em alta de 0,37%

Nova York, 16 nov (EFE).- O índice Dow Jones Industrial, o principal de Wall Street, fechou nesta sexta-feira em alta de 0,37%, estimulado por um tom mais conciliador no debate sobre o "abismo fiscal" nos Estados Unidos.

O índice, que reúne 30 das maiores empresas cotadas nos Estados Unidos, subiu 45,93 pontos, para 12.588,31, o índice composto do mercado Nasdaq aumentou 6,55 pontos (0,48%), para 1.359,88 e o seletivo S&P 500 16,19 unidades (0,57%), aos 2.853,13.

Desta forma o Dow Jones quebrou uma sequência de quatro dias consecutivos em baixa, em uma jornada que começou com perdas, depois de uma queda de 0,4% da produção industrial, afetada em boa parte pelo furacão "Sandy".

No entanto, por volta da metade da sessão, essas perdas conseguiram ser revertidas graças, em boa medida, a um tom mais conciliador no debate entre democratas e republicanos sobre o chamado "abismo fiscal" nos EUA

Mais de dois terços dos 30 componentes do Dow Jones terminaram com lucro, liderados pela Alcoa (1,61%), Home Depot (1,42%), Unitedhealth (1,27%), American Express (1,23%) e Pfizer (0,84 %).

Em baixa fecharam as ações da HP (1,76%), arrastadas em parte pelo mau desempenho dos títulos de seu concorrente Dell, que caíram 7,53%, depois do anúncio de ontem que lucrou US$ 1,842 bilhão em seus nove primeiros meses, 32% menos anualizado.

Também fecharam em números vermelhos o Wal-Mart (1%), que também não convenceu os analistas na quinta-feira com seus resultados trimestrais, e AT&T (0,84%), Verizon (0,72%), Microsoft (0,52%) e Boeing (0,38%), entre outros.

Fora desse índice, as ações da Nike subiram 1,94%, após o anúncio de que acertou a venda pelo valor de US$ 570 milhões da firma de calçado e acessórios Cole Haan ao grupo de capital privado Apax Partners.

Em outros mercados, o ouro caiu para US$ 1.713 a onça, o dólar subiu frente ao euro, negociado a US$ 1,2742, e a rentabilidade da dívida pública americana a dez anos retrocedeu para 1,58%. EFE

Carregando...