Dow Jones fecha em alta de 0,28%

Nova York, 29 nov (EFE).- O índice Dow Jones Industrial, o principal de Wall Street, fechou nesta quinta-feira em alta de 0,28% e ultrapassou a barreira dos 13 mil pontos encorajado pelo aumento maior que o esperado do Produto Interno Bruto (PIB) dos Estados Unidos no terceiro trimestre.

Esse indicador, que reúne 30 das maiores empresas americanas, somou 36,71 pontos, para 13.021,82. Já o índice seletivo S&P 500 ganhou 0,43%, até 1.415,95, enquanto o indicador da bolsa eletrônica Nasdaq avançou 0,68% para 3.012,03.

O pregão nova-iorquino fechou com esses lucros em um dia em que foi anunciado que o PIB americano cresceu entre julho e setembro a um ritmo anual de 2,7%, sete décimos a mais que o cálculo inicial e também muito acima do aumento de 1,3% registrado no segundo trimestre.

Esses números, combinados a outros dados positivos sobre o mercado de trabalho e imobiliário, influíram mais que as palavras do presidente da Câmara dos Representantes, o republicano John Boehner, que afirmou que não houve "progressos substanciais" nas últimas negociações com os democratas para evitar o temido "abismo fiscal".

Nove das 30 empresas que integram o Dow Jones terminaram o dia em terreno negativo, lideradas pela tecnológica Intel (-2,79%). Já o lado positivo foi puxado pela seguradora United Health (3,05%), o fabricante de maquinaria pesada Caterpillar (1,54%) e a tecnológica Hewlett-Packard (1,26%).

Fora desse índice surpreendeu a maior cadeia de livrarias do mundo, Barnes & Noble, que caiu 11,15% após apresentar resultados que não agradaram os investidores, que viram com desagrado a desaceleração de suas receitas provenientes da venda de livros eletrônicos.

Destacou-se também o fabricante canadense da BlackBerry, Research In Motion, cujas ações no mercado Nasdaq subiram 3,96%.

Em outros mercados, o petróleo do Texas subiu para US$ 88,07 por barril, o ouro aumentou até US$ 1.729,5 a onça, o dólar perdia terreno perante o euro (cotado a US$ 1,2976) e a rentabilidade da dívida pública americana a dez anos recuava para 1,62%. EFE

Carregando...