Dow Jones fecha em alta de 0,39%

Nova York, 19 fev (EFE).- O índice Dow Jones Industrial, o principal de Wall Street, fechou nesta terça-feira em alta de 0,39% até ultrapassar a barreira dos 14 mil pontos e alcançar seu nível mais alto desde o final de 2007.

Esse indicador, que reúne 30 das maiores empresas americanas, somou 53,91 pontos, para 14.035,67. Já o índice seletivo S&P 500 subiu 0,73%, até 1.530,94, e o indicador da bolsa eletrônica Nasdaq avançou 0,68%, para 3.213,59, um nível desconhecido em 12 anos.

Os investidores nova-iorquinos foram encorajados em boa medida pela reativação dos grandes acordos empresariais nos Estados Unidos, nesta ocasião pela possível fusão entre os fabricantes de material para escritório Office Max (que disparou 20,93%) e Office Depot (9,37%).

O pregão nova-iorquino evitou assim um dado pior que o previsto sobre o mercado imobiliário americano e os pedidos de alerta do presidente americano, Barack Obama, sobre as consequências que poderiam ter os maciços cortes do gasto público programados para entrar em vigor no dia 1º de março.

Pouco mais de dois terços dos componentes do Dow Jones fecharam o pregão em terreno positivo, liderados pela tecnológica Cisco (2,24%), o conglomerado General Electric (1,98%), as farmacêuticas Merck (1,93%) e Pfizer (1,54%), e os bancos Bank of America (1,33%) e JP MORGAN Chase (1,17%).

O lado negativo foi puxado pelo produtor de alumínio Alcoa (-2,79%) e pela seguradora médica United Health (-1,15%).

Fora desse índice destacou-se o Google, que fechou acima dos US$ 800 por ação pela primeira vez em sua história graças a uma alta de 1,76% depois que o "The Wall Street Journal" publicou que planeja abrir estabelecimentos nos EUA.

Em outros mercados, o ouro subiu para US$ 1.609,5 a onça e a rentabilidade da dívida americana a dez anos avançava para 2,1%. EFE

Carregando...