Mercado fechado

Dow Jones e S&P 500 têm novos recordes, investidores digerem notícias sobre comércio

Por Caroline Valetkevitch
.

Por Caroline Valetkevitch

NOVA YORK (Reuters) - Os índices Dow Jones e S&P 500 registraram novas máximas de fechamento nesta quinta-feira, à medida que os últimos sinais de progresso nas relações comerciais entre Estados Unidos e China aliviaram investidores, embora uma notícia que levantou novas preocupações sobre um acordo tenha limitado os ganhos.

O Dow Jones <.DJI> teve alta de 0,66%, a 27.674,80 pontos, enquanto o S&P 500 <.SPX> subiu 0,27%, para 3.085,18 pontos, e o Nasdaq Composto <.IXIC> avançou 0,28%, a 8.434,52 pontos.

A China disse que concordou com os EUA em remover tarifas em fases, enquanto a Agência de Notícias Xinhua disse que Pequim também está considerando remover restrições às importações de aves.

No entanto, os índices devolveram ganhos durante a tarde, após uma reportagem da Reuters apontar, citando fontes, que o plano da Casa Branca de revogar tarifas impostas à China enfrenta oposição interna e que uma decisão ainda não foi tomada.

"Qualquer sinal de incerteza, com o mercado em máximas históricas, torna fácil para operadores e instituições disparar o botão de vendas e tirar um pouco de dinheiro da mesa", disse Alan Lancz, presidente da assessoria de investimentos Alan B. Lancz & Associates.

A última rodada de balanços ofereceu algumas notícias otimistas.

O índice de tecnologia do S&P 500 <.SPLRCT> registrou alta de 0,7%, com as ações da Qualcomm <QCOM.O> avançando 6,3% após superar as estimativas de analistas ao projetar seu lucro para o atual trimestre.

Ao lado da Qualcomm, outras fabricantes de chips, que possuem considerável exposição à China, também subiram, levando o índice Philadelphia de semicondutores a uma alta de 0,7%.

O setor industrial <.SPLRCI>, sensível a questões comerciais, ganhou 0,2%.

(Reportagem adicional de Arjun Panchadar e Shreyashi Sanyal, em Bengaluru)