Mercado fechado
  • BOVESPA

    125.052,78
    -1.093,88 (-0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.268,45
    +27,94 (+0,06%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,17
    +0,26 (+0,36%)
     
  • OURO

    1.802,10
    -3,30 (-0,18%)
     
  • BTC-USD

    33.831,21
    +1.345,33 (+4,14%)
     
  • CMC Crypto 200

    786,33
    -7,40 (-0,93%)
     
  • S&P500

    4.411,79
    +44,31 (+1,01%)
     
  • DOW JONES

    35.061,55
    +238,20 (+0,68%)
     
  • FTSE

    7.027,58
    +59,28 (+0,85%)
     
  • HANG SENG

    27.321,98
    -401,86 (-1,45%)
     
  • NIKKEI

    27.548,00
    +159,80 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.091,25
    +162,75 (+1,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1216
    +0,0014 (+0,02%)
     

Dow faz previsão de vendas otimista com demanda por reabertura de economias

·1 minuto de leitura

BENGALURU, Índia (Reuters) - A fabricante norte-americana de produtos químicos Dow Inc previu receita acima do esperado no atual trimestre, apostando no aumento da produção industrial e do gasto maior dos consumidores em um momento de recuperação das economias.

A companhia também superou expectativas para lucro e receita no segundo trimestre, em meio a contínuos aumentos de preços dos produtos químicos incentivados por forte demanda e estoques reduzidos.

A Dow afirmou que espera receita líquida no terceiro trimestre de entre 13,75 bilhões e 14,25 bilhões de dólares, bem acima da expectativa média de 12,64 bilhões do mercado, segundo dados da Refinitiv.

"Olhando adiante, esperamos força adicional do resultado diante da contínua melhoria nos gastos dos consumidores, viagens internacionais e produção industrial", disse o presidente-executivo da Dow, Jim Fitterling.

Os preços de químicos no segundo trimestre subiram 16% em relação ao período anterior e os volumes cresceram 1% apoiados em demanda de setores de infraestrutura, indústria e cuidados pessoais.

O lucro líquido subiu para 1,9 bilhão de dólares, ou 2,51 dólares por ação, nos três meses encerrados no final de junho ante 991 milhões dólares, ou 1,32 dólar por papel, no primeiro trimestre.

O lucro líquido ajustado correspondeu a 2,72 dólares por ação, superando expectativa média do mercado, de 2,45 dólares, segundo dados da Refinitiv.

A receita líquida também superou expectativas, somando 13,89 bilhões de dólares ante 13,07 bilhões de dólares esperados por analistas, em média.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos