Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.289,18
    +1.085,18 (+0,98%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.037,05
    -67,35 (-0,13%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,24
    -0,11 (-0,13%)
     
  • OURO

    1.819,30
    -10,40 (-0,57%)
     
  • BTC-USD

    36.716,34
    -82,11 (-0,22%)
     
  • CMC Crypto 200

    835,69
    -20,12 (-2,35%)
     
  • S&P500

    4.349,93
    -6,52 (-0,15%)
     
  • DOW JONES

    34.168,09
    -129,64 (-0,38%)
     
  • FTSE

    7.469,78
    +98,32 (+1,33%)
     
  • HANG SENG

    24.289,90
    +46,30 (+0,19%)
     
  • NIKKEI

    27.011,33
    -119,97 (-0,44%)
     
  • NASDAQ

    14.239,25
    +80,75 (+0,57%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1054
    -0,0467 (-0,76%)
     

Dose de reforço da AstraZeneca é eficaz contra Ômicron, diz estudo da Oxford

·1 min de leitura

Nesta quinta-feira (23), a AstraZeneca anunciou que a terceira dose de seu imunizante contra covid-19 pode ser eficaz contra a variante Ômicron, que muito tem preocupado a população mundial. A conclusão é baseada em um novo estudo da Universidade de Oxford, que também esteve por trás do desenvolvimento da vacina.

Segundo o estudo, a terceira dose pode aumentar significativamente os níveis de anticorpos contra a variante. Os pesquisadores analisaram amostras de sangue de pessoas que receberam duas doses da vacina e amostras de pessoas que receberam uma terceira dose, fazendo então uma comparação entre esses dois grupos. Pacientes anteriormente infectados por uma variante também fizeram parte do estudo.

"Em resumo, a neutralização contra a Ômicron aumenta após uma terceira dose de vacina, o que significa que a campanha para implantar vacinas de reforço deve adicionar proteção considerável contra a infecção por Ômicron", afirmam os pesquisadores, via anúncio da própria AstraZeneca. "Os resultados apoiam doses de reforço como parte de estratégias nacionais de vacinação, especialmente para limitar a disseminação de variantes preocupantes, como a Ômicron", acrescentam.

Dose de reforço da AstraZeneca é eficaz contra Ômicron, diz estudo (Imagem: e_mikh/envato)
Dose de reforço da AstraZeneca é eficaz contra Ômicron, diz estudo (Imagem: e_mikh/envato)

“É importante olhar para além dos anticorpos para compreender melhor como as vacinas oferecem proteção contra a Ômicron. À medida que entendemos melhor a variante, acreditamos que descobriremos que a resposta das células T fornece proteção durável contra doenças graves e hospitalizações", declara o vice-presidente executivo de Pesquisa e Desenvolvimento da AstraZeneca, Mene Pangalos.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos