Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.439,37
    -2.354,63 (-2,07%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.307,71
    -884,59 (-1,69%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,96
    -0,01 (-0,01%)
     
  • OURO

    1.753,90
    +2,50 (+0,14%)
     
  • BTC-USD

    47.605,10
    -365,95 (-0,76%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.193,48
    -32,05 (-2,61%)
     
  • S&P500

    4.432,99
    -40,76 (-0,91%)
     
  • DOW JONES

    34.584,88
    -166,42 (-0,48%)
     
  • FTSE

    6.963,64
    -63,84 (-0,91%)
     
  • HANG SENG

    24.920,76
    +252,96 (+1,03%)
     
  • NIKKEI

    30.500,05
    +176,75 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.282,75
    -43,25 (-0,28%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1975
    +0,0127 (+0,21%)
     

Doria volta a antecipar vacinação de adultos e começa a imunizar adolescentes no dia 20 de agosto

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O governador de São Paulo, João Doria (PSDB-SP), voltará a antecipar o calendário de vacinação em São Paulo. A imunização dos adultos (maiores de 18 anos) com a primeira dose, prevista para acabar no dia 20 de agosto, deve ser finalizada já na primeira quinzena do mês.

Doria divulgará o novo calendário da imunização de adultos e a data final para a vacinação do grupo nesta quarta (28), em entrevista coletiva.

Na sequência, o estado começará a imunizar adolescentes.

De 20 a 29 de agosto serão vacinados adolescentes com comorbidades, deficiências e gestantes de 12 a 17 anos.

De 30 de agosto a 5 de setembro serão vacinados adolescentes em geral, de 15 a 17 anos.

Já os adolescentes em geral de 12 a 14 anos serão imunizados entre 6 e 12 de setembro.

O estado de São Paulo já vacinou 75% de sua população adulta.​

Já foram aplicadas 34,9 milhões de doses dos imunizantes.

Do total, 25,3 milhões correspondem a primeira dose das vacinas Coronavac, Pfizer e Oxford/AstraZeneca, 8,3 milhões à segunda dose destes imunizantes e 1 milhão à Janssen, que exige apenas uma dose.

A vacina mais aplicada no estado é a de Oxford/AstraZeneca (15,4 milhões), seguida da Coronavac (14,3 milhões), da Pfizer (3,8 milhões) e da Janssen (um milhão).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos