Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.282,67
    -781,33 (-0,68%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.105,71
    -358,59 (-0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    74,45
    +0,47 (+0,64%)
     
  • OURO

    1.749,90
    -1,80 (-0,10%)
     
  • BTC-USD

    43.586,05
    +819,96 (+1,92%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.067,20
    -35,86 (-3,25%)
     
  • S&P500

    4.455,48
    +6,50 (+0,15%)
     
  • DOW JONES

    34.798,00
    +33,20 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.051,48
    -26,87 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    24.192,16
    -318,84 (-1,30%)
     
  • NIKKEI

    30.248,81
    +609,41 (+2,06%)
     
  • NASDAQ

    15.307,75
    -11,00 (-0,07%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2561
    +0,0311 (+0,50%)
     

Doria mergulha em campanha de prévias para 2022 e diz que privatizaria Petrobras

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO — Em campanha de prévias pela indicação do PSDB à presidência da república nas eleições de 2022, o governador de São Paulo, João Doria, defendeu a privatização da Petrobras.

Entenda as estratégias: Sem nome de consenso, Ciro, Doria, Leite, Mandetta e Pacheco se movimentam na ‘terceira via’

Segundo Doria, sua proposta seria fatiar a estatal em lotes que dariam origem a outras empresas, na tentativa de dar mais competitividade ao mercado de combustíveis.

— Se eleito presidente da república, vou privatizar a Petrobras. E vamos privatizar em lotes. Não é pra fazer uma Petrobras hoje monopolista, pública estatal para uma Petrobras monopolista privada. Ela será dividida em várias empresas — afirmou o governador em entrevista à Rádio Itabaiana de Sergipe.

Na visão de Doria, uma política de privatização da Petrobras evitaria a alta de preços, como ocorre hoje com a gasolina, cujo litro está na casa dos R$ 7.

— É preciso que haja competitividade e não mais essa imposição de preços sobre os combustíveis. Nos Estados Unidos não há aumento no preço toda semana como no Brasil. As empresas competem, disputam o preço do combustível e também do gás, e precisam sobreviver no mercado — disse Doria.

O governador ainda aproveitou para se apresentar como uma terceira via a polarização representanta pelo presidente Jair Bolsonaro e o ex-presidente Lula.

— As pesquisas mostram que a maioria da população não quer nem extrema esquerda, nem Bolsonaro — concluiu.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos