Mercado fechará em 4 h 27 min
  • BOVESPA

    119.253,43
    -392,97 (-0,33%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.125,71
    -369,70 (-0,81%)
     
  • PETROLEO CRU

    53,12
    -0,19 (-0,36%)
     
  • OURO

    1.866,10
    -0,40 (-0,02%)
     
  • BTC-USD

    31.670,79
    -1.831,31 (-5,47%)
     
  • CMC Crypto 200

    630,54
    -49,37 (-7,26%)
     
  • S&P500

    3.852,73
    +0,88 (+0,02%)
     
  • DOW JONES

    31.202,45
    +14,07 (+0,05%)
     
  • FTSE

    6.750,41
    +10,02 (+0,15%)
     
  • HANG SENG

    29.927,76
    -34,71 (-0,12%)
     
  • NIKKEI

    28.756,86
    +233,60 (+0,82%)
     
  • NASDAQ

    13.337,00
    +42,75 (+0,32%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4263
    +0,0183 (+0,29%)
     

Doria diz querer vacinação imediatamente após aprovação da Coronavac no domingo

Redação Notícias
·2 minuto de leitura
Sao Paulo Governor Joao Doria shows a package of the CoronaVac vaccine to members of the media, at Butantan's headquarters in Sao Paulo, Brazil, on January 7, 2021. - The Butantan Institute announced today that the effectiveness of the CoronaVac vaccine, developed in partnership with the Chinese laboratory Sinovac, is 78% against COVID-19, and that it has already initiated the request for emergency use of the immunizer by ANVISA (National Health Surveillance Agency). (Photo by NELSON ALMEIDA / AFP) (Photo by NELSON ALMEIDA/AFP via Getty Images)
Doria anunciou que espera começar a vacinação com a CoronaVac "imediatamente" após a aprovação da vacina pela Anvisa. (Foto: NELSON ALMEIDA/AFP via Getty Images)

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou nesta quarta-feira (13) esperar que a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) autorize o uso emergencial da vacina CoronaVac, no próximo domingo (17), por uma questão humanitária.

Ele afirmou que o imunizante deve ser disponibilizado imediatamente após a aprovação. A afirmação foi feita durante entrevista coletiva, no Palácio dos Bandeirantes, para tratar sobre medidas de combate ao coronavírus.

No domingo, haverá uma reunião para avaliação das vacinas na Anvisa, onde deverá ser decidido se haverá liberação dos imunizantes em caráter emergencial.

"A vacina do Butantan atende plenamente. E atendendo plenamente ela deve ser colocada imediatamente após a aprovação da Anvisa para a vacinação dos brasileiros", disse ao se referir à eficácia geral da imunizante anunciada nesta terça-feira (12), de 50,83%.

Leia também

"Aproveito para dizer aqui para desejar, esperar que a Anvisa cumpra o seu dever científico, mas cumpra também seu dever humanitário no próximo domingo. E libere as duas vacinas, a vacina da Astrazeneca e a vacina do Butantan", disse.

A previsão do governo paulista é que a imunização no estado comece no próximo dia 25. O uso, no entanto, depende que a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) conceda autorização para uso emergencial da vacina.

O pedido foi protocolado na sexta-feira (8) na agência, que fixou um prazo de até 10 dias para analisar todos os documentos.

Entretanto, no sábado (9), a agência enviou oficio ao Butantan pedindo a apresentação de informações complementares, após concluir triagem inicial de documentação apresentada na véspera. O Instituto Butantan, na coletiva desta terça-feira (12), informou que as pendências estão sendo solucionadas e que a troca de documentos é comum visto que o trâmite emergencial nunca havia sido realizado no país.