Mercado abrirá em 3 h 18 min
  • BOVESPA

    95.368,76
    -4.236,78 (-4,25%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    37.393,71
    -607,60 (-1,60%)
     
  • PETROLEO CRU

    37,20
    -0,19 (-0,51%)
     
  • OURO

    1.879,10
    -0,10 (-0,01%)
     
  • BTC-USD

    13.172,71
    +9,32 (+0,07%)
     
  • CMC Crypto 200

    260,53
    -12,16 (-4,46%)
     
  • S&P500

    3.271,03
    -119,65 (-3,53%)
     
  • DOW JONES

    26.519,95
    -943,24 (-3,43%)
     
  • FTSE

    5.592,97
    +10,17 (+0,18%)
     
  • HANG SENG

    24.586,60
    -122,20 (-0,49%)
     
  • NIKKEI

    23.331,94
    -86,57 (-0,37%)
     
  • NASDAQ

    11.254,25
    +121,50 (+1,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7282
    -0,0062 (-0,09%)
     

Doria diz que compartilhará vacina contra coronavírus com ACM Neto, prefeito de Salvador

Anita Efraim
·2 minutos de leitura
João Doria e ACM Neto se reuniram nesta quinta-feira, 15 (Foto: Reprodução)
João Doria e ACM Neto se reuniram nesta quinta-feira, 15 (Foto: Reprodução)

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), se encontrou nesta quinta-feira, 15, com o prefeito de Salvador, Antônio Carlos Magalhães Neto (DEM). A reunião teve como tema central a vacina contra o coronavírus.

“Recebi a visita do prefeito de Salvador Antônio Carlos Magalhães Neto, meu bom e velho amigo. Tratamos do tema da vacina do Butantan que, em breve, estará disponível. São Paulo será solidário à Bahia para compartilhar a vacina contra a COVID-19”, escreveu Doria.

Doria mencionou a solidariedade a todo estado da Bahia na postagem feita nas redes, mas o encontro foi com o prefeito de Salvador. O governado do estado é Rui Costa (PT).

Ao falar sobre o encontro, ACM Neto restringiu a conversa a ajuda para a capital baiana. “A minha ideia é viabilizar o acesso das doses para a população de Salvador o mais rápido possível”, postou no Twitter.

Leia também

A CoronaVac está sendo desenvolvida pelo laboratório chinês SinoVac e tem parceria com o Instituto Butantan, em São Paulo. A vacina está na fase três e a expectativa de Doria é que, até dezembro, a população do estado comece a ser vacinada. Até fevereiro, o governador prometeu 46 milhões de doses da imunização.