Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.910,45
    -824,55 (-0,77%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.831,86
    -188,19 (-0,36%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,83
    +1,33 (+1,61%)
     
  • OURO

    1.793,40
    +11,50 (+0,65%)
     
  • BTC-USD

    60.570,05
    -2.718,06 (-4,29%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.443,04
    -60,00 (-3,99%)
     
  • S&P500

    4.543,81
    -5,97 (-0,13%)
     
  • DOW JONES

    35.673,94
    +70,86 (+0,20%)
     
  • FTSE

    7.204,55
    +14,25 (+0,20%)
     
  • HANG SENG

    26.126,93
    +109,40 (+0,42%)
     
  • NIKKEI

    28.804,85
    +96,27 (+0,34%)
     
  • NASDAQ

    15.341,25
    -137,50 (-0,89%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5648
    -0,0162 (-0,25%)
     

Donos reencontram gato de estimação desaparecido há dez anos

·2 minuto de leitura

ABERDEEN, ESCÓCIA — Os donos de um gato de estimação na cidade de Aberdeen, na Escócia, receberam uma notícia inesperada nesta última semana. Neil e Lucy Henderson reencontraram seu animal que estava desaparecido há mais de dez anos. Forbes, como o gato é chamado, foi encontrado pela Sociedade Escocesa para a Prevenção da Crueldade com os Animais (SPCA) a cerca de 3 km do local onde havia sido perdido em março de 2011. Os funcionários da sociedade conseguiram identificá-lo graças a um microchip implantado em sua pele.

— Quando o Forbes desapareceu, ficamos perturbados. Nós o tínhamos desde quando ele era um gatinho e tínhamos um vínculo muito especial. Ele era um personagem tão único e amigável, nós absolutamente o adorávamos — contou Neil Henderson à SPCA.

A sociedade foi acionada na última semana por um morador da região que avistou o gato nas ruas. De acordo com o oficial de resgate de animais da SPCA, Greg Stevenson, Forbes, agora com 12 anos, estava magro e precisava de atenção veterinária para pulgas e ácaros.

Os donos de Forbes, Neil e Lucy Henderson, procuraram o animal durante meses depois de seu sumiço, quando o gato ainda era um filhote. Na época, o casal foi de porta em porta na área em que moravam com posters perguntando se alguém havia visto o animal.

Depois de cerca de nove meses, eles perderam as esperanças de que Forbes pudesse ser encontrado. Com o passar dos anos, o casal se mudou para a capital do país, Edimburgo, e desde então não teve mais notícias sobre o felino.

Dez anos depois, Greg Stevenson, da SPCA, entrou em contato com o telefone associado ao microchip do gato encontrado nas ruas. Era o número de Lucy Henderson e, no dia seguinte, o casal já estava de volta à cidade de Aberdeen para reencontrar Forbes.

— Viajamos no dia seguinte e, quando ele foi trazido, eu o reconheci imediatamente. Forbes me deu um grande abraço, então tenho esperança de que ele se lembrou de nós. Nunca pensamos que o veríamos novamente. É como se um capítulo encerrado tivesse acabado de reabrir. É um sonho que se tornou realidade — contou o marido de Lucy, Neil Henderson.

No momento, Forbes está conhecendo o resto de sua família em Edimburgo, que agora conta com Lucy, Neil, dois cães e dois gatos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos