Mercado fechado
  • BOVESPA

    122.038,11
    +2.117,50 (+1,77%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.249,02
    +314,11 (+0,64%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,82
    +0,11 (+0,17%)
     
  • OURO

    1.832,00
    +16,30 (+0,90%)
     
  • BTC-USD

    56.955,83
    -2.227,54 (-3,76%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.480,07
    +44,28 (+3,08%)
     
  • S&P500

    4.232,60
    +30,98 (+0,74%)
     
  • DOW JONES

    34.777,76
    +229,23 (+0,66%)
     
  • FTSE

    7.129,71
    +53,54 (+0,76%)
     
  • HANG SENG

    28.610,65
    -26,81 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    29.357,82
    +26,45 (+0,09%)
     
  • NASDAQ

    13.715,50
    +117,75 (+0,87%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3651
    -0,0015 (-0,02%)
     

Dono do Daily Mail processa Google por monopólio de espaços para publicidade online

Diane Bartz
·1 minuto de leitura
.

Por Diane Bartz

WASHINGTON (Reuters) - O Daily Mail, dono do jornal MailOnline, abriu processo judicial contra o Google nesta terça-feira, alegando que o poder da gigante das buscas na venda de publicidade online faz com que os jornais vejam pouco da receita que seu conteúdo produz.

O processo federal contra o Google e sua empresa mãe, Alphabet, alega que o Google controla as ferramentas usadas para vender o inventário de anúncios, bem como o espaço nas páginas online dos jornais onde os anúncios podem ser colocados e a negociação que decide onde os anúncios serão expostos.

"A falta de competição pelo inventário dos editores deprime os preços e reduz a quantidade e a qualidade das notícias disponíveis para leitores, mas o Google sai na frente porque controla uma parcela crescente do espaço de anúncio que resta", diz o processo.

A ação, movida pela empresa britânica no Tribunal Distrital dos Estados Unidos em Nova York, também diz que o Google "puniu" os portais que "não se submeteram às suas práticas".

O Google classificou as alegações do processo como "sem mérito" e "imprecisas".

"O uso de nossas ferramentas de anúncios não influencia na classificação de um site no Google Search", disse o Google em comunicado que afirma que os editores têm muitas opções para vender espaço publicitário. "O próprio Daily Mail autoriza dezenas de empresas de tecnologia de publicidade a vender e gerenciar seu espaço de publicidade, incluindo Amazon, Verizon e muitas outras", afirmou.