Mercado fechará em 3 h 53 min
  • BOVESPA

    108.724,63
    -2.061,80 (-1,86%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.775,10
    -523,10 (-1,00%)
     
  • PETROLEO CRU

    81,71
    -1,71 (-2,05%)
     
  • OURO

    1.781,40
    -3,50 (-0,20%)
     
  • BTC-USD

    63.792,15
    -3.018,84 (-4,52%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.510,17
    -24,48 (-1,60%)
     
  • S&P500

    4.536,03
    -0,16 (-0,00%)
     
  • DOW JONES

    35.495,47
    -113,87 (-0,32%)
     
  • FTSE

    7.201,24
    -21,86 (-0,30%)
     
  • HANG SENG

    26.017,53
    -118,49 (-0,45%)
     
  • NIKKEI

    28.708,58
    -546,97 (-1,87%)
     
  • NASDAQ

    15.431,75
    +54,25 (+0,35%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5581
    +0,0385 (+0,59%)
     

Donald Trump tem cerca de US$ 1,3 bilhão em dívidas

·2 minuto de leitura
Foto: Getty Images.
Foto: Getty Images.
  • O ex-presidente dos EUA tem cerca de US$ 1,3 bilhão em dívidas;

  • Empréstimos realizados pelo magnata tem como garantia seus imóveis;

  • Trump conseguiu o valor de U$ 1,2 bilhão em uma das negociações.

Donald Trump, ex-presidente e magnata, acumula US$ 1,3 bilhão em dívidas, o equivalente a mais de R$ 7 bilhões. O valor está US$ 200 milhões acima do período em que saiu da Presidência dos Estados Unidos.

Também ainda no início deste ano, a JPMorgan Chase, uma instituição líder mundial em serviços financeiros, acudiu o empresário com um empréstimo de US$ 1,2 bilhão, garantido por meio de um complexo de escritórios localizado em São Francisco, no qual Trump possui uma participação minoritária de 30%.

Leia também:

O alto valor do empréstimo fez com que o magnata e o Vornado Realty Trust, um fundo de investimento imobiliário de capital aberto, quitassem outro financiamento que vencia em setembro. Na negociação, o imóvel foi oferecido como garantia e permitiu que ambos saíssem com um montante avaliado em cerca de US$ 616 milhões, ou seja, R$ 3,4 bilhões.

Ao passo que o refinanciamento ampliou a dívida do prédio, também gerou maior liquidez aos donos. Caso o ex-presidente tivesse ganhado 30% do alto montante, seus ativos líquidos teriam disparado de US$ 110 milhões para cerca de US$ 300 milhões.

Para setembro de 2022, o magnata tem outro empréstimo vencido, dessa vez de US$ 100 milhões, o equivalente a R$ 550 milhões, e garantido com um imóvel de sua posse integral, a Trump Tower. Após o vencimento da famosa torre, outra dívida vencerá por meio de um arranha-céu em Nova Iorque.

Já em 2023, dois outros empréstimos de Trump vencem. Com o valor acima de US$ 125 milhões, ou seja, R$ 688 milhões, ambos têm como garantia o Trump Doral, um resort de golfe localizado em Miami.

Em 2024, é a vez dos hotéis do magnata em Washington DC e Chicago, no qual a dívida está estimada em US$ 215 milhões, o equivalente a mais de R$ 1 bilhão.

As informações são da Forbes.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos