Mercado fechado
  • BOVESPA

    105.069,69
    +603,45 (+0,58%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.597,29
    -330,09 (-0,65%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,22
    -0,28 (-0,42%)
     
  • OURO

    1.782,10
    +21,40 (+1,22%)
     
  • BTC-USD

    48.971,27
    -3.804,35 (-7,21%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.367,14
    -74,62 (-5,18%)
     
  • S&P500

    4.538,43
    -38,67 (-0,84%)
     
  • DOW JONES

    34.580,08
    -59,71 (-0,17%)
     
  • FTSE

    7.122,32
    -6,89 (-0,10%)
     
  • HANG SENG

    23.766,69
    -22,24 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    28.029,57
    +276,20 (+1,00%)
     
  • NASDAQ

    15.687,50
    -301,00 (-1,88%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3953
    +0,0151 (+0,24%)
     

Dona do Facebook exibe protótipo de luva tátil para realidade virtual

·1 min de leitura
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 17.09.2021 - Still de mão segurando um celular com o app de rede social Facebook aberto. (Foto: Gabriel Cabral/Folhapress)
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 17.09.2021 - Still de mão segurando um celular com o app de rede social Facebook aberto. (Foto: Gabriel Cabral/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Meta (novo nome do Facebook Inc.), dono do Facebook, exibiu nesta terça-feira (16) o protótipo de uma luva com resposta tátil à realidade virtual, dando mais um passo para o que considera ser o futuro, o metaverso.

O laboratório de pesquisa do Facebook desenvolve o projeto por sete anos, segundo publicação em um blog da companhia. A luva representaria "o que o mundo digital será entre 10 e 15 anos", diz a empresa.

Quando colocada na mão, ela mimetiza sensações do mundo físico a partir de objetos virtuais: a pessoa sente como se estivesse segurando algo real, mas é digital. Esse tipo de combinação de ambientes e experiências traduz o conceito de metaverso, do qual a companhia se apropria ao mudar de nome.

O sistema da luva combina motores minúsculos, um chip que controla o fluxo de ar que move os atuadores, uma tecnologia de rastreamento de mão e um renderizador tátil que envia instruções de necessidade para os atuadores na mão, com base nas propriedades dos objetos virtuais, como textura e peso.

O projeto ainda está nos estágios iniciais. Segundo o Meta, o objetivo é emparelhar as luvas com o fone de ouvido de realidade virtual para uma experiência imersiva ou com um óculos de realidade aumentada.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos