Mercado fechado
  • BOVESPA

    107.557,67
    +698,80 (+0,65%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.918,28
    +312,72 (+0,62%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,69
    -0,36 (-0,50%)
     
  • OURO

    1.785,50
    +0,80 (+0,04%)
     
  • BTC-USD

    50.418,98
    -223,08 (-0,44%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.308,39
    -12,89 (-0,98%)
     
  • S&P500

    4.686,75
    +95,08 (+2,07%)
     
  • DOW JONES

    35.719,43
    +492,40 (+1,40%)
     
  • FTSE

    7.339,90
    +107,62 (+1,49%)
     
  • HANG SENG

    23.983,66
    +634,28 (+2,72%)
     
  • NIKKEI

    28.778,14
    +322,54 (+1,13%)
     
  • NASDAQ

    16.331,75
    +13,75 (+0,08%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3438
    +0,0041 (+0,06%)
     

Dona da Spanx dá US$ 10 mil e passagens aéreas a funcionários

·3 min de leitura
NEW YORK, NY - OCTOBER 25:  Spanx Founder Sara Blakely speaks onstage for during day 3 of Fast Company Innovation Festival at 92nd Street Y on October 25, 2018 in New York City.  (Photo by Bennett Raglin/Getty Images for Fast Company)
NEW YORK, NY - OCTOBER 25: Spanx Founder Sara Blakely speaks onstage for during day 3 of Fast Company Innovation Festival at 92nd Street Y on October 25, 2018 in New York City. (Photo by Bennett Raglin/Getty Images for Fast Company)
  • Sara Blakely, fundadora da Spanx e da Shapewear, surpreendeu os funcionários com "presentes";

  • Dona da empresa deu US$ 10 mil e 2 passagens aéreas de primeira classe para todos os funcionários;

  • Doação a funcionários foi feita como "gratidão" após a empresa ser avaliada em US$ 1,2 bi

A Spanx, empresa global de roupas íntimas femininas, chegou na última semana a US$ 1,2 bilhão (cerca de 6,3 bilhões de reais) em avaliação, depois que o fundo de investimentos Blackstone abocanhou uma participação majoritária na empresa. E para comemorar o feito, a fundadora da marca, Sara Blakely, decidiu dividir a riqueza com sua equipe.

Em comentários postados em seu Instagram, Blakely disse: “Estar aqui hoje, e [para] pensar sobre o que fomos capazes de criar e o que fomos capazes de fazer sendo autênticos e gentis e entregando produtos incríveis para mulheres usar seus princípios muito femininos em um espaço muito masculino que é o de negócios, conduzindo com intuição, vulnerabilidade... isso marca um momento para mulheres empresárias.”

Leia também:

Em uma surpreendente escolha, em reunião com os funcionários da Spanx, a empresária de 50 anos perguntou a todos os presentes: "Por que estou girando o globo?". Depois de agradecer a seus funcionários por 21 anos de sucesso e por seu trabalho árduo em uma indústria dominada por empresas de propriedade de homens, ela passou a revelar seu gesto generoso.

"Eu comprei para cada um de vocês duas passagens de primeira classe para qualquer lugar do mundo", disse ela enquanto a sala explodiu em aplausos. Vale destacar que a Spanx possui cerca de 500 funcionários. Blakely continuou: "Se você fizer uma viagem, pode querer sair para um jantar muito bom, pode querer ir para um hotel realmente bom, e assim, com as duas passagens de primeira classe de todos para qualquer lugar do mundo, cada um de vocês estará recebendo 10 mil dólares".

Em um vídeo compartilhado nas redes sociais, as reações dos membros da equipe também foram mostradas, com alguns aplausos enquanto outros choravam lágrimas de felicidade. No vídeo, houve empolgados gritos de “Estou indo em lua de mel com meu noivo para Bora Bora!”, na voz de um funcionário.

No discurso de agradecimentos a seus funcionários pela marca bilionária da empresa, Blakely ressaltou que quando começou a Spanx em 2000 com apenas US$ 5 mil de suas próprias economias, ela sonhava e dizia que um dia sua empresa valeria US$ 20 milhões. "As pessoas riam de mim", ela disse. “Este é um grande momento para cada um de vocês”, disse Blakely, “e quero brindar às mulheres que vieram antes de mim e a todas as mulheres do mundo que não tiveram essa oportunidade”.

Sara ressaltou também que, embora seja 50% das empresárias sejam mulheres, segundo dados revisados pela Harvard Business Review, apenas 2,3% do capital de risco foi para empresárias mulheres. E por conta disso, encerrou o discurso pedindo mais apoio a negócios liderados por mulheres.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos