Mercado fechado

Dona do Banco 24 Horas defende postura do BC em discussão sobre saques e aportes

Renato Carvalho

Por meio de nota, a TecBan, dona da rede Banco 24 Horas, disse que a discussão sobre a regulação da utilização de caixas eletrônicos para saques e aportes é "oportuna", e elogia a postura do Banco Central de incentivar a inclusão financeira por meio de serviços bancários.

Outro ponto ressaltado pela TecBan é o que a empresa classifica como concentração no mercado de transporte de valores, "comandado pelas três maiores empresas do setor que detém 80% de participação, que é de longe o maior custo de operação de caixas eletrônicos". Segundo a companhia, o envolvimento da autoridade monetária dará força para resolver a questão.

A TecBan afirma que apresentará argumentos para que o modelo continue favorecendo a população e seja sustentável a longo prazo. A companhia registra 100 milhões de saques por mês no Banco 24 Horas, dos quais 60 milhões em áreas residenciais das classes C e D.