Mercado fechado

Don Cheadle, dos Vingadores, relembra abordagens racistas de policiais: "armas na minha cabeça"

Don Cheadle (Photo by Amy Sussman/Getty Images)



Don Cheadle, ator que viveu o Máquina de Combate dos filmes da saga Vingadores, falou sobre os protestos antirracistas nos Estados Unidos em entrevista ao apresentador Jimmy Fallon, nesta quinta-feira (18).

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Relembrando momentos da sua vida, o ator disse que já sofreu com o racismo em diversas ações policiais e que o vídeo da morte de George Floyd, cidadão negro estadunidense sufocado até a morte por um policial branco, representa a repetição de um padrão nos EUA.

Leia também

"Eu já fui parado mais vezes do que posso contar, com armas na minha cabeça. Eu sempre 'encaixo na descrição'. Isso é algo que está acontecendo repetidamente. Tenho amigos que quase foram mortos pela polícia por nada", relembrou.

O ator contou ainda que sentiu o preconceito racial ainda na infância. "Muito do bullying (que sofri) começou na escola, com certeza motivado por questões raciais. Também foi quando começou a ficar evidente que os policiais não estavam no meu time", completou.

Veja o papo na íntegra abaixo:

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.