Mercado fechado

Dommo Energia diz que pode deixar de pagar afretamento em dezembro

Raquel Brandão

Ações da empresa, antiga OGX, entraram em leilão após queda de mais de 40% A Dommo Energia, antiga OGX, informou nesta terça-feira que pode deixar de pagar o afretamento da FPSO OSX-3 (embarcação que pertence à OSX-3) de comercialização de óleo em dezembro e no primeiro trimestre de 2020.

O atraso nos pagamentos estaria relacionado aos custos da revitalização do campo de Tubarão Martelo. Ontem, as ações ordinárias da companhia fecharam o pregão como a maior baixa da B3, com queda de 23,17%, a R$ 7,99.

A empresa informou que há investimentos significativos necessários durante os próximos 60 dias para finalizar o plano de revitalização do campo de Tubarão Martelo.

“Essa inadimplência poderá ser necessária para evitar qualquer risco de restrição de liquidez enquanto a Dommo Energia conclui o plano de revitalização”, diz a companhia em comunicado.

A Dommo Energia informou ainda que discutirá com a OSX3 possíveis aditivos aos termos do afretamento para alinhar os pagamentos devidos às projeções da empresa para fluxo de caixa, gastos operacionais e de capital.

O comunicado foi divulgado na manhã desta terça-feira. À tarde, as ações da empresa entraram em leilão, após queda de 46,56%. Minutos antes, o papel já havia entrado em leilão, com queda de 41,80%. O papel era negociado, no início da tarde, a R$ 4,27, menor valor desde 28 de agosto, quando fechou a R$ 3,95. O volume financeiro alcançava R$ 23,3 milhões, contra R$ 15,1 milhões de todo pregão da véspera.