Mercado fechado
  • BOVESPA

    128.767,45
    -497,51 (-0,38%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.129,88
    -185,81 (-0,37%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,08
    -0,58 (-0,79%)
     
  • OURO

    1.778,90
    -4,00 (-0,22%)
     
  • BTC-USD

    32.447,00
    +503,23 (+1,58%)
     
  • CMC Crypto 200

    767,97
    -26,35 (-3,32%)
     
  • S&P500

    4.246,44
    +21,65 (+0,51%)
     
  • DOW JONES

    33.945,58
    +68,61 (+0,20%)
     
  • FTSE

    7.090,01
    +27,72 (+0,39%)
     
  • HANG SENG

    28.309,76
    -179,24 (-0,63%)
     
  • NIKKEI

    28.884,13
    +873,20 (+3,12%)
     
  • NASDAQ

    14.268,50
    +138,50 (+0,98%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9200
    -0,0553 (-0,93%)
     

Dolby Atmos e áudio espacial são liberados para o Apple Music

·2 minuto de leitura
Dolby Atmos e áudio espacial são liberados para o Apple Music
Dolby Atmos e áudio espacial são liberados para o Apple Music

No mês passado a Apple anunciou que o Music passaria a contar com Dolby Atmos, áudio espacial e som Hi-Fi sem custos adicionais. São tecnologias que permitem a emulação de canais sonoros adicionais, músicas com sensação de imersão, e sem perdas de qualidade por compressão, respectivamente. Anunciados para algum momento de junho, os novos recursos começaram a chegar ao aplicativo, pouco após a abertura da WWDC 2021.

Foi ainda no final de maio que as primeiras tags envolvendo estas novidades deram sinais da sua implementação no Apple Music. Ao lado do iOS 15, a empresa oficializou a liberação das primeiras músicas com áudio espacial e Dolby Atmos — mas a qualidade Hi-Fi, música de alta fidelidade que exige inclusive hardware de áudio específico, parece ter ficado para outro momento.

O Dolby Atmos basicamente tenta simular um sistema home theather nos fones, como se vários canais de som estivessem disponíveis, só que no mesmo hardware. O áudio espacial se aproveita disso e tenta projetar música 360º. Somadas, as novidades permitem que, através dos fones de ouvido, seja emulado um ambiente sonoro que causa a sensação de deslocamento de instrumentos e vozes oriundos das mais diversas direções. O que isto causa no usuário é a impressão de que a música não está necessariamente sendo direcionada para os ouvidos, mas que está quase que presente no mesmo espaço.

A compatibilidade do Dolby Atmos e áudio espacial no Apple Music está confirmada para todos os fones da empresa com os chips H1 ou W1. Ou seja, todos AirPods e earbuds da Beats. No seu evento, a Apple destacou que “alguns” conteúdos selecionados já estão com as novas tecnologias, como álbuns de Ariana Grande, Lady Gaga, J Balvin, The Weekend e Kacey Musgraves. A novidade já chegou, inclusive, a território brasileiro. O usuário só precisa estar no iOS 14.6 ou no beta do recém-anunciado iOS 15.

Via Engadget

Imagem: Brett Jordan/Unsplash/CC

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos