Mercado abrirá em 2 h 20 min

Dólar nas alturas e novos cortes no Orçamento: o que você precisa saber agora

Bolsa na China abre em queda após nova sanção do presidente Donald Trump (Foto: VCG/VCG via Getty Images)

A turbulência econômica segue mantendo o mercado volátil. Além do dólar atingindo novamente altos patamares acima do R$ 4, o anúncio de novos cortes no Orçamento do governo nacional traz uma incerteza sobre os rumos do país e, especialmente, de novas manifestações nas ruas.

Confira as principais notícias que impactaram o mercado financeiro nesta segunda-feira (20).

PIB tem nova queda em 2019

A projeção do Produto Interno Bruto chegou à 12ª correção negativa. Se na semana passada a projeção para o ano era de 1,45%, agora o percentual atingiu 1,24%. Os dados são da pesquisa Focus, divulgada pelo Banco Central.

Orçamento sofrerá novo corte

Por conta da desaceleração econômica, a Secretaria Especial de Fazenda do Ministério da Economia anunciou um novo bloqueio temporário no Orçamento na próxima quarta-feira (22).

O Relatório Bimestral de Receitas e Despesas deve trazer novas adequações para manter a meta de déficit primário de R$ 139 bilhões. A expectativa fica para saber onde serão feitas esses arranjos.

Dólar nas alturas

O dólar bateu uma nova máxima em oito meses, num dia que contou com atuações do Banco Central no mercado cambial e mais comentários de autoridades sobre o andamento da reforma previdenciária.

Com cotação final de R$ 4,1048 reais na venda, esse é o maior patamar desde 19 de setembro do ano passado.

Guerra econômica atinge tecnologia

A briga entre os Estados Unidos e a China ganhou um novo capítulo na indústria da tecnológica. Após o presidente Donald Trump colocar a Huawei na lista de empresas ruins, Google, Intel e Qualcomm cortaram relações com a segunda maior fabricante de smartphones do mundo.

Com isso, a gigante deixará de fornecer suporte ao sistema operacional Android e terá acesso bloqueado a aplicativos como Gmail e Google Maps.