Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.013,47
    +1.345,81 (+1,26%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.823,23
    -408,97 (-0,77%)
     
  • PETROLEO CRU

    86,00
    -0,96 (-1,10%)
     
  • OURO

    1.844,00
    +0,80 (+0,04%)
     
  • BTC-USD

    41.733,15
    -673,30 (-1,59%)
     
  • CMC Crypto 200

    988,68
    -6,06 (-0,61%)
     
  • S&P500

    4.532,76
    -44,35 (-0,97%)
     
  • DOW JONES

    35.028,65
    -339,82 (-0,96%)
     
  • FTSE

    7.589,66
    +26,11 (+0,35%)
     
  • HANG SENG

    24.263,15
    +135,30 (+0,56%)
     
  • NIKKEI

    27.265,90
    -201,33 (-0,73%)
     
  • NASDAQ

    15.046,75
    +13,25 (+0,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1793
    +0,0119 (+0,19%)
     

Dólar a R$6 ainda este ano: esta é previsão de um banco francês

·1 min de leitura
Banco francês estima alta contínua do dólar no Brasil. (Foto: Getty Images)
Banco francês estima alta contínua do dólar no Brasil. (Foto: Getty Images)
  • Société Générale renovou previsão sobre o dólar no Brasil.

  • Segundo banco, cotação bate R$6 ainda em 2021.

  • Tendência de alta deve seguir no ano que vem.

Segundo a mais recente previsão do banco de investimentos francês Société Générale, o dólar deve fechar o ano de 2021 cotado a mais de R$6 no Brasil. As informações são de reportagem da agência de notícias Reuters.

Leia também:

As estimativas são de Bertrand Delgado, estrategista para mercados emergentes do banco francês.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

Segundo ele, a instabilidade política, além da continuação da crise do novo coronavírus, fragilizam a economia brasileira e colocam o real sob pressão.

Na visão do estrategista, a cotação deve subir ao longo do ano, atingindo R$5,60 em junho, e depois no patamar de R$5,80 em setembro, até fechar o ano em R$6.

Mas, segundo o representante do Société Générale, a alta não deve parar por aí, e seguir 2022 adentro. Na expectativa dele, em março do ano que vem, o dólar deve bater a cotação de R$6,10.

"Investigações sobre a gestão da pandemia pelo governo provavelmente só aumentarão o ruído político e têm o potencial de adiar a aprovação das reformas necessárias e diluir notícias positivas relacionadas a privatizações", disse Delgado no relatório compartilhado pela Reuters.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos