Mercado abrirá em 5 h 59 min

Dobra número de candidatos do BRIC para visto de ouro britânico

Jeanette Rodrigues

(Bloomberg) -- O número de cidadãos brasileiros, russos, indianos e chineses dispostos a investir pelo menos 2 milhões de libras (US$ 2,6 milhões) no Reino Unido para o chamado visto de ouro quase dobrou desde 2015, mesmo com a pressão a favor do Brexit.

Em 2019, 239 candidatos do grupo BRIC se inscreveram para o visto, o equivalente a 64% do total global, segundo dados do Escritório Central do Reino Unido compilados pela Shard Capital Partners. A China (incluindo Hong Kong e Macau) respondeu pela maior parte, com 193 inscrições.

“A retirada de títulos do governo do Reino Unido como investimento de qualificação levou a uma mudança, e os candidatos investem em carteiras de títulos corporativos do Reino Unido, principalmente títulos com grau de investimento”, disse por e-mail Farzin Yazdi, responsável por vistos de investidores da Shard Capital.

Um visto de investidor de nível 1 permite que indivíduos morem no Reino Unido por um período máximo de 3 anos e quatro meses, mas não podem recorrer a fundos públicos. Quem quiser permanecer no país pode fazê-lo após dois anos, mas é preciso investir outros 10 milhões de libras.

Candidatos do BRIC representaram 40% do total de pedidos negados globalmente em 2019, embora o índice geral de vistos negados tenha caído de 11,4% em 2015 para cerca de 4%.

Para contatar o editor responsável por esta notícia: Daniela Milanese, dmilanese@bloomberg.net

Repórter da matéria original: Jeanette Rodrigues Mumbai, jrodrigues26@bloomberg.net

Para entrar em contato com os editores responsáveis: Arijit Ghosh, aghosh@bloomberg.net, Ruth Pollard

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2020 Bloomberg L.P.