Mercado fechado

DNA ajuda a explicar por que polvos e lulas são tão inteligentes

Lulas e polvos se destacam por possuir um sistema nervoso mais complexo que qualquer invertebrado, e estudos publicados na Nature Communications relacionaram características do DNA que explicam sua inteligência. Para isso, as equipes conduziram sequenciamento genético.

Segundo os artigos, os genes desses animais estão organizados em ordens nunca vistas em outras espécies não cefalópodes. Esses novos arranjos de genes possivelmente resultaram em novos padrões de criação de proteínas, o que explica algumas das incríveis habilidades de lulas e polvos, como visão avançada ou tentáculos que parecem "pensar por conta própria".

Os pesquisadores usaram três métodos diferentes para decodificar os genomas, e então compararam os genes dos cefalópodes com várias outras espécies animais. Como resultado, o grupo encontrou diversos genes que costumam ficar juntos, no caso das outras espécies, mas que em lulas e polvos ficam espalhados por vários cromossomos separados.

Cefalópodes, como lulas e polvos, demonstram uma "desorganização" genética que beneficia a inteligência (Imagem: Jonathan Diemel/Unsplash)
Cefalópodes, como lulas e polvos, demonstram uma "desorganização" genética que beneficia a inteligência (Imagem: Jonathan Diemel/Unsplash)

A descoberta surpeendeu cientistas, porque a ordem dos genes geralmente permanece a mesma, mesmo entre espécies que estão distantes na árvore evolutiva. "Para os biólogos evolucionistas, há uma razão pela qual se mantém a ordem dos genes, e os cefalópodes parecem quebrar essas regras", dizem os pesquisadores.

Não está claro como os cefalópodes conseguiram quebrar essas regras da genética, mas os cientistas examinaram quais genes estavam ativos nos tecidos dos cefalópodes e descobriram que muitos dos grupos de genes únicos dos cefalópodes estavam ocupados no tecido nervoso.

Por enquanto, a teoria é que essas sequências especiais podem ter desempenhado um papel na evolução da inteligência dos cefalópodes, como lulas e polvos. "O resultado aponta para uma nova e empolgante perspectiva sobre como novos recursos surgem na evolução", conclui o estudo.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos