Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.608,76
    -345,14 (-0,35%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.036,38
    +293,23 (+0,61%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,57
    +2,14 (+1,97%)
     
  • OURO

    1.809,00
    +7,50 (+0,42%)
     
  • BTC-USD

    19.883,14
    +565,55 (+2,93%)
     
  • CMC Crypto 200

    429,24
    +9,10 (+2,17%)
     
  • S&P500

    3.825,33
    +39,95 (+1,06%)
     
  • DOW JONES

    31.097,26
    +321,86 (+1,05%)
     
  • FTSE

    7.232,65
    +64,00 (+0,89%)
     
  • HANG SENG

    21.830,35
    -29,44 (-0,13%)
     
  • NIKKEI

    26.153,81
    +218,19 (+0,84%)
     
  • NASDAQ

    11.601,25
    -10,00 (-0,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5456
    -0,0131 (-0,24%)
     

Divisão russa do Google está pedindo falência; entenda

Divisão russa do Google está pedindo falência
Divisão russa do Google está pedindo falência
  • A empresa teve a conta bancária confiscada por autoridades russas;

  • Após isso a empresa informou o funcionamento no país se tornou insustentável;

  • O Google informou que continuará a fornecer aos russos acesso a serviços gratuitos.

A divisão russa do Google apresentou um aviso de intenção de declarar falência depois que as autoridades confiscaram sua conta bancária. "Tornou insustentável o funcionamento de nosso escritório na Rússia , incluindo empregar e pagar funcionários baseados na Rússia, pagar fornecedores e fornecedores e cumprir outras obrigações financeiras", disse um porta-voz do Google à Reuters.

O Google faz parte do enorme grupo de empresas que suspendeu a maioria de suas atividades comerciais na Rússia após a invasão da Ucrânia pelo país em fevereiro. Apesar disso e do pedido de falência, continuará a fornecer aos russos acesso a serviços gratuitos, como Pesquisa, YouTube, Gmail, Maps e Android por enquanto.

Em maio do ano passado, a Rússia multou o Google em cerca de R$ 408 mil por não excluir milhares de conteúdos considerados ilegais. As autoridades multaram a empresa em aproximadamente R$ 488 milhões em dezembro por motivos semelhantes. O montante das penalidades foi estimado em cerca de 5,7% do faturamento do Google em 2021 na Rússia.

Nos últimos meses, o regulador de telecomunicações Roskomnadzor vem pressionando o YouTube a suspender as restrições ao acesso à mídia russa . Um canal de TV russo informou no mês passado que oficiais de justiça apreenderam cerca de 1 bilhão de rublos (aproximadamente R$ 75 milhões) do Google depois que ele se recusou a restaurar o acesso da estação à sua conta no YouTube.

Embora a Rússia tenha bloqueado muitas outras plataformas e serviços, incluindo o Google Notícias , Roskomnadzor atualmente não tem planos para impedir que os usuários do país acessem o YouTube. Ele disse esta semana que os moradores provavelmente sofreriam como resultado de tal movimento. A Reuters informou que a plataforma de streaming tem cerca de 90 milhões de usuários russos.

O ministro do desenvolvimento digital da Rússia também disse que, apesar de testar sua própria versão fechada da internet, o país planeja permanecer conectado à rede global.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos