Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.289,18
    +1.085,18 (+0,98%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.037,05
    -67,35 (-0,13%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,13
    -0,22 (-0,25%)
     
  • OURO

    1.815,50
    -14,20 (-0,78%)
     
  • BTC-USD

    36.677,45
    -55,14 (-0,15%)
     
  • CMC Crypto 200

    836,25
    -19,56 (-2,29%)
     
  • S&P500

    4.349,93
    -6,52 (-0,15%)
     
  • DOW JONES

    34.168,09
    -129,61 (-0,38%)
     
  • FTSE

    7.469,78
    +98,32 (+1,33%)
     
  • HANG SENG

    24.289,90
    0,00 (0,00%)
     
  • NIKKEI

    26.772,87
    -238,46 (-0,88%)
     
  • NASDAQ

    14.029,50
    -129,00 (-0,91%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0704
    -0,0360 (-0,59%)
     

Divisão de carros voadores da Embraer vai entrar na Bolsa de Nova York

·2 min de leitura

O carro voador da Embraer, também chamado de Eve, mesmo nome da divisão da empresa focada nessa área de mobilidade urbana, é um sucesso total e logo estará na Bolsa de Nova York.

Depois de vender mais de 100 unidades para o Bristow Group e ver suas ações dispararem, a Eve Air Mobility anunciou sua fusão com a Zanite, dos Estados Unidoos.

A intenção do acordo é criar uma joint-venture que possa ser listada na NYSE, a Bolsa de Valores de Nova York, já em 2022.

Em comunicado oficial, a Embraer informou que valor implícito pro forma da empresa é de aproximadamente US$ 2,4 bilhões e o valor patrimonial pro forma é de aproximadamente US$ 2,9 bilhões.

Empresa que produz carro voador da Embraer poderá ser listado na Bolsa de Nova York (Imagem: Divulgação/Embraer)
Empresa que produz carro voador da Embraer poderá ser listado na Bolsa de Nova York (Imagem: Divulgação/Embraer)

"A transação inclui aproximadamente US$ 237 milhões em dinheiro da Zanite Acquisition e um PIPE de US$ 305 milhões, ancorado pela Embraer, Zanite Sponsor, investidores financeiros e um importante consórcio de parceiros estratégicos - incluindo Azorra Aviation, BAE Systems, Bradesco BBI, Falko Regional Aircraft, Republic Airways, Rolls-Royce e SkyWest", informou a empresa brasileira.

A intenção é que os recursos financeiros levantados na transação sejam usados para financiar as operações, apoiar o crescimento e para fins corporativos de forma geral, segundo a Embraer.

Embraer quer "redefinir futuro da aviação"

O anúncio da fusão entre as empresas foi bastante comemorado tanto do lado brasileiro quando do estadunidense. Francisco Gomes Neto, presidente e CEO da Embraer, chegou a dizer que a estratégia tem potencial para redefinir o futuro da aviação de forma sustentável:

“Acreditamos que o mercado de mobilidade aérea urbana tem um enorme potencial de expansão nos próximos anos com base em uma proposta de transporte eficiente e com zero emissões, e que com essa combinação de negócios, a Eve estará muito bem posicionada para se tornar um dos principais players neste segmento”.

Do lado da Zanite, a empolgação foi similar, como deixou claro o CEO Kenn Ricci:

“A equipe da Zanite está extremamente orgulhosa com a parceria com a Eve e a Embraer nesta transação. Depois de uma extensa busca, selecionamos a Eve por causa de seu projeto de eVTOL, simples e certificável, sua abordagem eficiente em termos de capital para operações de frota e presença global da Embraer, que acreditamos que irão permitir que a Eve não apenas alcance a certificação do tipo de veículo, mas também possa escalar sua produção, suporte e operações globais”.

O negócio foi sacramentado e aprovado por unanimidade pelos conselhos de administração da Embraer e da Zanite.

O próximo passo é a conclusão efetiva, que deve ocorrer no segundo trimestre de 2022, pois ele ainda está sujeito às aprovações regulatórias, dos acionistas e demais condições habituais para a conclusão de transação de tamanha magnitude.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos