Mercado abrirá em 4 h 52 min
  • BOVESPA

    106.296,18
    -1.438,82 (-1,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.889,66
    -130,44 (-0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    84,30
    +0,54 (+0,64%)
     
  • OURO

    1.797,20
    +0,90 (+0,05%)
     
  • BTC-USD

    62.003,09
    +1.302,39 (+2,15%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.453,34
    -49,70 (-3,31%)
     
  • S&P500

    4.544,90
    -4,88 (-0,11%)
     
  • DOW JONES

    35.677,02
    +73,92 (+0,21%)
     
  • FTSE

    7.204,55
    0,00 (0,00%)
     
  • HANG SENG

    26.158,30
    +31,37 (+0,12%)
     
  • NIKKEI

    28.600,41
    -204,44 (-0,71%)
     
  • NASDAQ

    15.380,25
    +39,25 (+0,26%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5781
    -0,0027 (-0,04%)
     

Ditadura militar para crianças: escritor lança livro com fábula que remete ao período

·2 minuto de leitura

RIO — Papo sério sem perder a ternura. É com linguagem lúdica e pano de fundo cultural que Xico Farias aborda a ditadura militar no Brasil em seu primeiro livro, “Aventuras da ratinha cantora de ópera na Cidade Maravilhosa” (Editora Viseu). Morador do Cachambi, o escritor, com experiência no teatro infantil, tem convicção de que as crianças devem ter acesso ao passado político do país e de que são capazes de compreender este triste capítulo da nossa História.

— Atualmente, vivemos um flerte com o autoritarismo, então este é um momento oportuno para falarmos deste tema com os pequenos de 10 anos ou mais. É preciso que a garotada tenha informação sobre a vida sem liberdade e com censura. Precisamos cuidar do presente de olho no passado para não repetirmos a mesma história no futuro — diz.

Farias criou a saga de uma ratinha cantora que, na década de 1970, deixa a família no interior e vem para a Cidade Maravilhosa tentar realizar o seu sonho de cantar ópera. Ao chegar, vai morar no no Centro e toma mais consciência do momento crítico que assola o Brasil. Ao lado de outros personagens, ela vivencia uma rotina de repressão em que amigos são presos e exilados. A ratinha, então, participa de protestos e acaba presenciando uma cantora, como ela, ser “convidada” a deixar o país.

— Conto esta história de uma forma lúdica, com elementos absolutamente fictícios, para não chocar o leitor — frisa o autor, que disponibiliza o perfil @xicofarias_oficial, no Instagram, para contato.

Entreter e, ao mesmo tempo, chamar a atenção para um tema tão importante são os objetivos de Farias em seu livro infantojuvenil:

— A ideia é despertar o interesse em buscar mais conhecimento sobre o assunto. O que a criança de hoje vai querer para o seu futuro? Para se construir um mundo melhor, sob hipótese alguma a liberdade pode ser cerceada. Acredito que consegui falar sobre isso de uma forma leve, gostosa de se ler.

Na obra, Farias ainda joga luz sobre uma arte vista como elitizada.

— É preciso popularizar a ópera, que, lamentavelmente, é uma manifestação artística pouco explorada por aqui. Quero que as crianças se encantem por este tipo de espetáculo — ressalta.

O prazer de escrever para crianças fez com que o autor já tenha no forno mais um livro voltado para este público.

— Nesse meu próximo trabalho, o tema é a preservação do meio ambiente — adianta Farias.

SIGA O GLOBO-BAIRROS NO TWITTER (OGlobo_Bairros)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos