Mercado abrirá em 8 h 50 min

Dispositivo leva som ao ouvido sem precisar utilizar fones

André Lourenti Magalhães
·2 minuto de leitura

Ouvir o som diretamente no seu ouvido sem usar fones ou propagá-lo por todo o ambiente com um alto-falante. Essa é a proposta da tecnologia SoundBeaming, da empresa israelense Noveto. Usando ondas ultrassônicas, promete trazer uma experiência de áudio sem incomodar outras pessoas ao redor com uma "bolha de som" ao redor dos ouvidos.

A tecnologia gera ondas ultrassônicas com algoritmos de processador de sinal digital (DSP) e emitidas no ar através de uma matriz de transdutor própria. Dessa forma, o sinal localiza os ouvidos do indivíduo e as ondas são concentradas em uma espécie de "bolso" ao redor, emitindo o som diretamente para a pessoa. Com a presença de sensores 3D, a tecnologia consegue criar áudio espacial de acordo com o movimento e a posição da cabeça.

Em sua página oficial, a Noveto explica que a tecnologia pode ser utilizada em diferentes cenários. Consegue criar videoconferências com privacidade, transmitir o som de TVs e outros dispositivos, separar o som dentro do carro entre motorista e passageiro, com alertas específicos de navegação, e até mesmo reproduzir a trilha sonora de exercícios. Em todos os casos, sem a necessidade de um fone de ouvido e sem interferir na audição de outras pessoas.

SoundBeamer 1.0 é o nome do primeiro dispositivo com a tecnologia (Imagem: Divulgação/Noveto)
SoundBeamer 1.0 é o nome do primeiro dispositivo com a tecnologia (Imagem: Divulgação/Noveto)

A Noveto desenvolveu seu primeiro dispositivo para consumidores, chamado de SoundBeamer 1.0. O aparelho, que lembra uma Soundbar, pode ser conectado via Bluetooth e foi criado inicialmente para o uso em videoconferências, porém pode funcionar com podcasts, meditação e outras funções. O SoundBeamer inclui toda a tecnologia de localização do ouvido, áudio 3D e microfone embutido, com lançamento previsto para dezembro de 2021. Além disso, a empresa trabalha com soluções embutidas para dispositivos de terceiros.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: